Após tragédia, Palmas volta a treinar: "Não é o mesmo sem eles"

Nesta quinta-feira, a diretoria do Palmas dará uma entrevista coletiva para falar sobre o futuro do clube

Publicado em .

Nesta quinta-feira, a diretoria do Palmas dará uma entrevista coletiva para falar sobre o futuro do clube

Palmas, SP, 27 (AFI) - O Palmas voltou a treinar nesta quarta-feira, três dias após a tragédia aérea que matou Lucas Meira, empresário e presidente do Palmas, os atletas Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule e Marcus Molinari, e o comandante Wagner.

"Retornamos hoje as nossas atividades. Não é o mesmo sem eles, nunca será. Mas vamos seguir em busca do sonho que sonhamos"", escreveu o clube tocantinense em cima da imagem do treino disponibilizada nas redes sociais.

Palmas volta a treinar. (Foto: Divulgação)
Palmas volta a treinar. (Foto: Divulgação)
Segundo a assessoria do Palmas, antes do treino na parte da manhã no CT Arara Azul, os jogadores e a comissão técnica fizeram uma oração e respeitaram um minuto de silêncio.

COLETIVA E JOGO!
Nesta quinta-feira, a diretoria do Palmas dará uma entrevista coletiva para falar sobre o futuro do clube.

O Palmas fará seu primeiro jogo após o acidente aéreo dia 2 de fevereiro, às 16 horas, contra o Vila Nova, em Goiânia, pelas oitavas de final da Copa Verde. A CBF adiou a partida que deveria ter acontecido na segunda-feira.

Na sequência, o time terá a disputa por uma vaga na final do Estadual Tocantinense. A volta da semi contra o Araguacema deveria ser disputada nesta quinta-feira, mas foi remarcada para sexta, 2 de fevereiro, às 16 horas, no Nilton Santos. O Palmas venceu na ida por 1 a 0.

TRAGÉDIA!
O acidente aconteceu na manhã de domingo e matou Lucas Meira, empresário e presidente do Palmas, os atletas Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule e Marcus Molinari, e o comandante Wagner.

De pequeno porte, o avião caiu logo após a decolagem na Associação Tocantinense de Aviação (ATA), no distrito de Luzimangues, em Porto Nacional. O avião deu algumas voltas, perdeu altitude e atingiu o solo em um matagal, pegando fogo. Todos integrantes morreram.

Todos viajavam para Goiânia, onde o Palmas enfrentaria o Vila Nova nesta segunda-feira pelas oitavas de final da Copa Verde. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) adiou o jogo.

O Vila Nova entrou direto nas oitavas, enquanto o Palmas eliminou o Real Noroeste, por 2 a 0, na primeira fase. A Copa Verde tem sido disputada em 2021 por causa do estrago causado pela pandemia de Covid-19.