Série D: Ferroviária visa se impor fora de casa para abrir vantagem no mata-mata

Paulo Roberto diz que a ideia é não "trazer responsabilidade para casa" diante do Marcílio Dias-SC

Publicado em .

Paulo Roberto diz que a ideia é não "trazer responsabilidade para casa" diante do Marcílio Dias-SC

Araraquara, SP, 03 (AFI) - O técnico da Ferroviária, Paulo Roberto, quer sua equipe empenhada em dar um passo importante rumo às oitavas de final do Campeonato Brasileiro da Série D já na partida de ida da segunda fase.

A Locomotiva encara o Marcílio Dias-SC, no próximo sábado, às 16h, no estádio Gigantão das Avenidas, e para o comandante afeano, o objetivo é abrir vantagem no terreno adversário para não deixar a decisão em aberto no confronto em Araraquara.

"Esse é o nosso pensamento, respeitando o adversário, mas sabendo que o ideal é que a gente tenha condição de ter uma certa vantagem no primeiro jogo, mesmo se tratando de uma partida fora de casa, para que não venhamos com uma responsabilidade tão grande para dentro de casa. Até porque jogar dentro e fora de casa, nessa pandemia, deixou de existir. Você vai jogar fora de casa, é campo neutro, e jogando em casa é neutro para seu adversário", disse o comandante.

IMPOSIÇÃO

Paulo Roberto em treino da Ferroviária (Foto: Tiago Pavini/Ferroviária SA)
Paulo Roberto em treino da Ferroviária (Foto: Tiago Pavini/Ferroviária SA)

Paulo Roberto revelou qual será a estratégia adotada pela Ferroviária para sair de Santa Catarina com um resultado positivo.

"A ideia é de se impor, mas futebol tem o momento para isso. Você não vai se impor durante os 90 minutos, tem que saber se comportar de acordo com a partida, e a Ferroviária vai jogar desta forma. Nos momentos em que for possível, vamos nos impor, e nos momentos determinantes para administrar um resultado, será feito também", concluiu.