Em confronto direto, Bahia tenta encerrar jejum de nove jogos no Brasileirão

A sequência negativa fez o Esquadrão despencar na tabela e cair para a lanterna do campeonato

Publicado em .

A sequência negativa fez o Esquadrão despencar na tabela e cair para a lanterna do campeonato

Salvador, BA, 29 (AFI) - Na lanterna do Campeonato Brasileiro e sem vencer há nove jogos, o Bahia entra em campo nesta quarta-feira bastante pressionado para o confronto direto contra o Botafogo, a partir das 21h30, no Engenhão.

A partida é válida pela primeira rodada e foi adiada porque o Bahia iria disputar a final do Campeonato Baiano contra o Atlético Alagoinhas. O time acabou se sagrando tetracampeão estadual.

A última vitória do Bahia foi sobre o Red Bull Bragantino, no dia 16 de agosto. De lá para cá, foram seis derrotas e três empates. O tricolor baiano perdeu as últimas quatro partidas que fez pelo Brasileirão, sendo duas com Mano Menezes.

Mano Menezes busca a primeira vitória no comando do Bahia (Foto: Felipe Oliveira/Bahia)
Mano Menezes busca a primeira vitória no comando do Bahia (Foto: Felipe Oliveira/Bahia)
Essa sequência negativa colocou o Bahia na lanterna do Brasileirão, com nove pontos. Uma vitória nesta quarta-feira, porém, tira o time tricolor da zona de rebaixamento do campeonato.

VOLTA E DÚVIDAS

O treinador tem a volta do lateral-direito Nino Paraíba após cumprir suspensão automática, mas ainda não sabe se vai poder contar com os atacantes Gilberto e Élber, que foram substituídos durante a derrota para o Athletico-PR, por 1 a 0, e serão melhores avaliados.

"A grandeza do Bahia não merece essa situação. A gente como jogador pede até desculpas ao torcedor pela situação, mas queria deixar o recado de que raça não vai faltar. Se Deus quiser quarta-feira começa a nossa caminhada para pré-Libertadores ou Sul-Americana", disse o meia Marco Antônio, que pode ser uma das novidades.

BAHIA - Douglas Friedrich; Edson, Ernando, Juninho e Juninho Capixaba; Ronaldo, Gregore, Eric Ramires e Marco Antônio (Élber); Rodriguinho e Saldanha (Gilberto). Técnico: Mano Menezes.