Paulista A2: Para técnico do São Bernardo, time tem obrigação de reverter vantagem

Técnico acredita que é possível reverter a grande vantagem que o São Bento conquistou no jogo de ida em Sorocaba

Publicado em .

Técnico acredita que é possível reverter a grande vantagem que o São Bento conquistou no jogo de ida em Sorocaba

São Bernardo do Campo, SP, 28 (AFI) - Depois da inesperada derrota sofrida do São Bernardo para o São Bento, por 3 a 0, na abertura das semifinais do Campeonato Paulista da Série A3, o time da região do ABC ficou num beco sem saída. Agora precisa golear o time de Sorocaba, nesta terça-feira no estádio 1.º de Maio, para chegar à final e garantir o acesso à elite em 2021.

Para o técnico Marcelo Veiga, um dos mais experientes do Interior de São Paulo, tudo é possível, inclusive, ele garante que seu time está preparado para reverter a vantagem elástica do adversário. Para ficar com a vaga na final, o São Bernardo precisa vencer por quatro gols de diferença, ou então, por três e definir a classificação nos pênaltis.

Marcelo Veiga: é preciso acertar o pé
Marcelo Veiga: é preciso acertar o pé
PREPARADO PRA TUDO
O técnico Marcelo Veiga falou na véspera da decisão contra o São Bento que seu time está preparado para a decisão.

“Nosso time trabalhou bastante para essa partida e situações que possam acontecer e vamos por em prática. Temos que respeitar o resultado e buscar reverter. Tá todo mundo ferido mas sabemos do nosso potencial. Um time que fez a campanha que fez, e deixar escapar na última rodada é inesperado. Mas vamos colocar em prática”, disse.

DEVER DE ACERTAR
Marcelo disse que o time teve a responsabilidade de saber onde errou.

“Eles fizeram os gols mais em erros nossos que mérito do adversário e proporcionamos a eles matarem o jogo em falhas individuais. Agora vamos buscar reverter essa situação” destacou.

“Não e só atacar, temos que não ter surpresa de oferecer o contra-ataque e não oferecer esse erro a eles. Nós trabalhamos a semana para não sofrer esses contra-golpes”, finalizou Veiga.