Técnico ídolo na Espanha e do ABC-RN está livre no mercado e analisa propostas

João Maria Menezes, o Barata, também tem passagens nos dois times de Campinas: Ponte Preta e Guarani

Publicado em .

João Maria Menezes, o Barata, também tem passagens nos dois times de Campinas: Ponte Preta e Guarani

Campinas, SP, 04 (AFI) - O retorno do futebol brasileiro tem movimentado o mercado nacional com contratações de jogadores e técnicos visando o segundo semestre desta temporada. De olho neste cenário está o treinador João Maria Menezes, o Barata, ídolo no Tenerife da Espanha, ABC-RN, entre outros clubes.

O treinador iniciou sua carreira como auxiliar técnico de Givanildo Oliveira, Leandro Sena, Ademir Fonseca, Moacir Júnior e Roberto Fernandes e conquistou vários títulos na função. Formado em Educação Física, Barata também realizou vários cursos como Treinador de Futebol Europeu em Portugal.

“Sabemos ainda do momento difícil que o futebol no Brasil e no Mundo tem enfrentado para voltar aos seu normal, mas estamos atento estudando bastante nesse período que os clubes ainda não definiram seus planejamentos visando as próximas competições”, disse o treinador.

Após ser auxiliar técnico com alguns treinadores experientes e vencedores, o técnico Barata deu início a sua carreira solo no Potiguar-RN. Depois dirigiu Palmeira-RN, ASSÚ-RN, Baraúnas e seu último clube foi o Potiguar-RN. O treinador analisa propostas para que possa também comandar clubes em outros estados já que teve poucas oportunidades em Natal.

“Claro que a gente almeja dar um grande salto na carreira como técnico e estamos analisando algumas situações até porque tenho objetivo de abrir portas em outros estados para que possamos colocar em prática nosso método de trabalho”, disse o técnico Barata.

CARREIRA VITORIOSA

Como atleta, Barata iniciou sua carreira no ABC-RN, onde conquistou três títulos estaduais e foi emprestado ao Itaperúna-RJ onde fez 11 gols.

Chamou atenção do Fluminense e no mesmo ano foi jogar no time das Laranjeiras.

PASSAGEM NO GUARANI

Em seguida, atuou no Guarani-SP, time em que permaneceu por um ano antes de ser transferir para a Europa, mais precisamente na Espanha, para jogar pelo Mérida.

Lá, onseguiu o feito de ser o maior artilheiro em média de gols, em 1999, com 18 gols em 19 partidas.

Com grande momento na Espanha foi comprado pelo La Coruña e acabou cedido ao Tenerife, onde virou ídolo. Em seu primeiro ano, fez 25 gols em 40 jogos e acabou sendo comprado pelo clube das Ilhas Canárias.

Depois de dois anos, foi emprestado ao Sporting Braga, de Portugal, e entrou para história do clube com dois recordes. O primeiro foi marcar 25 gols em uma competição e segundo foi fazer cinco gols em uma partida na vitória por 5 a 3 diante do Alverca.

JOGOU NA PONTE PRETA TAMBÉM

O atacante voltou ao Brasil em 2004, jogou pela Ponte Preta-SP, e mais uma vez defendeu o ABC, onde conquistou titulo estadual de 2005.

Um ano depois, participou do acesso à elite do Brasileirão com América-RN. Antes de encerrar a carreira, Barata ainda conquistou mais um título: campeão estadual pelo ASSÚ, em 2009. No mesmo ano, ainda teve o acesso com o Alecrim à Série C.