Gabigol foi expulso ao se intrometer em comunicação da arbitragem e usar palavrão

Gabigol já havia sido advertido na partida e recebeu o segundo amarelo, sendo expulso e ficando impossibilitado de atuar na decisão

Publicado em .

Gabigol já havia sido advertido na partida e recebeu o segundo amarelo, sendo expulso e ficando impossibilitado de atuar na decisão

Rio de Janeiro, RJ, 13 (AFI) - O atacante Gabigol reclamou. O técnico Jorge Jesus criticou. O árbitro Wagner do Nascimento Magalhães, no entanto, fez questão de explicar o motivo da expulsão do camisa 9 nos acréscimos da vitória do Flamengo, por 2 a 1, sobre o Fluminense pela final do Campeonato Carioca.

Gabigol foi expulso por se intrometer na comunicação da arbitragem e ainda usar palavrão ao se referir ao juizão do jogo, segundo informou Wagner Magalhães na súmula.

Expulsão na final. (Foto: Cesar Greco)
Expulsão na final. (Foto: Cesar Greco)
"Aos 45+2 do segundo tempo, expulsei o sr. Gabriel Barbosa Almeida, de nº 9 (nove), da equipe do C.R. Flamengo, por uma segunda advertência por reclamação quando perguntei ao 5º árbitro, sr. Carlos Henrique Cardoso de Souza, quem iria sair. Nesse momento, o mesmo falou as seguintes palavras: 'sou eu que vou sair, porra!', em voz alta. O fato ocorre no meio de campo", escreveu o árbitro FIFA.

Gabigol já havia sido advertido na partida e recebeu o segundo amarelo, sendo expulso e ficando impossibilitado de atuar na decisão de quarta-feira.