ESPECIAL COPA DO BRASIL: A consagração do gigante Athletico-PR

Com mais um título nacional, o Furacão se consolida como um dos grandes clubes do brasil

Publicado em .

Com mais um título nacional, o Furacão se consolida como um dos grandes clubes do brasil

Campinas, SP, 25 (AFI) – O clube em maior ascensão nos últimos anos no futebol brasileiro é o Athletico-PR, que aos poucos vem tentando se infiltrar entre os chamados 12 grandes do cenário nacional.

A Copa do Brasil foi a consagração do Furacão, que venceu mais uma competição de primeiro escalão no futebol nacional e mostrou que tem condições de se firmar entre os principais clubes e até mesmo deixar para trás algumas camisas mais tradicionais e que não vem rendendo tanto recentemente.

A caminhada do Athletico rumo ao título começou já nas oitavas de final, já que o time se classificou direto para essa fase por disputar também a Copa Libertadores. O mesmo aconteceu com Palmeiras Cruzeiro, Grêmio, Flamengo, Atlético-MG, Internacional e São Paulo.

CONFRONTOS EQUILIBRADOS
Na estreia, o Athletico enfrentou o Fortaleza e não teve vida fácil, se classificando com uma vitória pelo placar mínimo no jogo de volta, após empate sem gols na ida.

Nas quartas de final, mais uma classificação sofrida, dessa vez contra o poderoso Flamengo, que viria a ser campeão da Libertadores e do Campeonato Brasileiro. Após dois empates por 1 a 1, o Athletico avançou nos pênaltis e frustrou mais de 70 mil flamenguistas que lotaram o Maracanã.

Athletico fez história com a conquista da Copa do Brasil em 2019
Athletico fez história com a conquista da Copa do Brasil em 2019

CAMINHO DAS PEDRAS
A campanha seguiu complicada e, nas semifinais, o Furacão enfrentou mais um bicho-papão. Dessa vez o adversário foi o Grêmio, que chegou a vencer a partida de ida por 2 a 0 em Porto Alegre.

No jogo de volta, no entanto, o Athletico devolveu o placar e mais uma vez conquistou a classificação nos pênaltis, garantindo presença na decisão contra o Internacional.

No jogo de ida, Bruno Guimarães marcou o único gol da vitória do Athletico na Arena da Baixada. Na sequência, em pleno Beira-Rio, Léo Cittadini e Rony fizeram os gols e o Furacão venceu por 2 a 1. Nico López ainda descontou para o Colorado.

ELENCO HISTÓRICO
Os jogadores que conquistaram a Copa do Brasil certamente escreveram seus nomes na história do Athletico e vão ser lembrados por torcedores de todo o Brasil por muitos anos.

O elenco contava com o goleiro Santos, que chegou até a ser convocado para a Seleção Brasileira, assim como o meia Bruno Guimarães, este para a seleção olímpica.

Outros líderes do elenco são dois argentinos: o centroavante Marco Ruben e o experiente meia Lucho González. O lateral-direito Jonathan e o zagueiro Thiago Heleno também agregam com experiência em meio a um elenco jovem.

O forte ataque do Furacão contava ainda com jogadores de mobilidade como Rony, Nikão e Marcelo Cirino, além de meias como Matheus Rossetto e Léo Cittadini.

O experiente Lucho González levantou a taça da Copa do Brasil
O experiente Lucho González levantou a taça da Copa do Brasil

FICARAM NO QUASE
Enquanto o Athletico comemorou, o Internacional teve seu ano frustrado com a derrota na final. A equipe dirigida por Odair Hellmann foi eliminada na sequência da Copa do Brasil e da Libertadores e não se encontrou mais na temporada, tendo inclusive o técnico demitido na reta final da temporada.

Outros times tidos como favoritos e que não conseguiram render como esperado na competição foram o Palmeiras, eliminado pelo Inter, nos pênaltis, ainda nas quartas de final, além de Flamengo e Grêmio, ambos eliminados pelo Athletico.

NO HALL DOS CAMPEÕES
Esse foi o primeiro título de Copa do Brasil do Athletico, que se iguala a Internacional, Fluminense, Vasco, Santos, Sport, Atlético-MG, Criciúma, Juventude, Paulista e Santo André.

O maior campeão é o Cruzeiro, com seis títulos, seguido pelo Grêmio, com cinco. Na sequência estão Flamengo, Corinthians e Palmeiras, todos com três.