CSA não exerce direito de compra e lateral-direito retorna ao Santa Cruz

Com contrato até o fim de 2021, o jogador pode render até R$ 1,5 milhão ao Santa Cruz pela venda de 50% dos direitos econômicos

Publicado em .

Com contrato até o fim de 2021, o jogador pode render até R$ 1,5 milhão ao Santa Cruz pela venda de 50% dos direitos econômicos

Maceió, AL, 10 (AFI) - Depois de anunciar o técnico Maurício Barbieri, o CSA começa a planejar a temporada 2020. Uma das decisões tomadas é referente ao lateral-direito Warley, que estava emprestado pelo Santa Cruz. O time alagoano não exercerá o direito de compra.

O presidente do CSA, Rafael Tenório, já informou que irá comunicar o presidente do Santa Cruz que não tem interesse no jogador. O clube pernambucano agora estuda a possibilidade de o jogador se transferir para outro clube.

Com contrato até o fim de 2021, o jogador pode render até R$ 1,5 milhão pela venda de 50% dos direitos econômicos. Ele realizou 12 partidas defendendo o CSA.

Warley não permanece no CSA. (Foto: Augusto Oliveira/CSA)
Warley não permanece no CSA. (Foto: Augusto Oliveira/CSA)