GOIANO: Atlético marca no fim, vence novamente o Goiás e é campeão após cinco anos

O Dragão interrompeu a grande sequência do Esmeraldino, que buscava o pentacampeonato estadual

Publicado em .

O Dragão interrompeu a grande sequência do Esmeraldino, que buscava o pentacampeonato estadual

Goiânia, GO, 21 (AFI) - Após vencer o primeiro jogo por 3 a 0, o Atlético entrou tranquilo na segunda final do Campeonato Goiano. Na tarde deste domingo, no Estádio Olímpico, o Goiás não mostrou futebol para reverter a vantagem e acabou sendo novamente derrotado.

COBERTURA COMPLETA

O Portal FUTEBOL INTERIOR acompanha todos os Campeonatos Estaduais do Brasil online pelo PLACAR AO VIVO e também depois com comentários e destaques da rodada. Baixe também o Aplicativo - App Placar FI - tanto pelo Google Play como APP Store.

VEJA TODOS OS DETALHES DOS ESTADUAIS!

O Dragão conquista seu 14º título estadual após cinco anos sem erguer o caneco.

O último foi em 2014, quando bateu o próprio Goiás. De lá para cá, o time esmeraldino levou todas, sendo tetracampeão.

GOIÁS COM DIFICULDADE DE CRIAR

A primeira chegada foi do Goiás logo aos três minutos. Léo Sena carregou da esquerda para o meio e, de fora da área, chutou rasteiro. A bola passou perto, mas o goleiro estava bem no lance.

A outra chance veio aos 16, novamente com Léo Sena. Após rebote na parte central, ele chutou rasteiro e mais uma vez levou perigo. Aos 32, Brandão recebeu perto da área, de costas para o gol. Dominou muito bem, se livrando de dois marcadores e chutou para boa defesa do goleiro.

Todas as chances criadas pelo Goiás foram de chutes fora da área. Isso porque o time demonstrou dificuldade em furar a defesa do Atlético, que com a vantagem no placar, não corria riscos no ataque.

GOIÁS TENTA NA ETAPA FINAL

O Goiás quase chegou ao gol aos 15 minutos do segundo tempo. Após cobrança de escanteio e cabeçada, o goleiro defendeu no reflexo e Pedro Bambu salvou em cima da linha. O Atlético começou a achar espaços com o avanço do Goiás e quase marcou com Gilvan. Ele aproveitou a má saída de Sidão e cabeceou, mas a bola foi para fora.

Em cobrança de falta perigosa, Giovanni Augusto quase marcou. Aos 34, Léo Sena fez boa jogada e tocou para Leandro Barcia na parte direita da área. Ele chutou muito bem, cruzado, mas a bola não entrou.

GOL NO FIM COROA TÍTULO

O jogo contou com 12 minutos de acréscimos por conta de paralisação para atendimento médico. Mesmo não precisando, o Atlético achou o gol aos 55 minutos para coroar a conquista. André Luís dá excelente passe e deixa Matheuzinho na cara do gol, que não perdoa e faz o gol do título.