Copas agitam o meio de semana do futebol no Brasil

O Campeonato Brasileiro para e dá lugar as Copas do Brasil e Sul Americana nesse meio de semana

por SÉRGIO CARVALHO - - - Campinas

O Campeonato Brasileiro para e dá lugar as Copas do Brasil e Sul Americana nesse meio de semana. Dos quatro grandes clubes paulistas, três estarão em ação. O São Paulo encara o Bahia, em Salvador, nesta quarta feira pela Copa do Brasil.

O Palmeiras recebe o Sampaio Correa também por esse torneio e o Corinthians viaja até a Venezuela para enfrentar o frágil Deportivo Lara, pela Copa Sul Americana.

TRICOLOR EM MISSÃO DIFÍCIL
No caso do Tricolor, a missão é bastante difícil. Pela fase que atravessa nesse momento acho até que uma reviravolta do São Paulo é quase impossível.

É um time que não vence e não faz gols há três jogos e que está com sua auto estima bastante comprometida.

Assim, fazer dois gols em cima do aplicado time do Bahia lá na capital baiana me parece missão impossível para o Tricolor nesse momento. O normal é que seja desclassificado de mais uma competição importante e só tenha o Brasileirão para disputar no segundo semestre desse ano.

NADANDO DE BRAÇADA
Já o Palmeiras nada de braçada. Está com o time arrumadinho e mesmo quando joga mal sempre faz o gol da vitória que lhe interessa. Nesta quinta feira o jogo será contra o Sampaio Correa, na Allianz Arena.

No jogo de ida deu Verdão, 1 a 0. Em casa o Palmeiras tem tudo para golear e garantir sua vaga na próxima fase da Copa do Brasil.

TIMÃO VAI TRANQUILO
Quanto ao Corinthians, acho que mesmo fora do País seu time tem todas as condições para vencer mais uma vez o Deportivo Lara e voltar prá casa com os três pontos e a classificação para a próxima fase da Sul Americana garantida.

O Deportivo mostrou no Itaquerão que é um time fraco, cheio de problemas fora e dentro de campo e que não tem a mínima condição de surpreender o time dirigido por Fabio Carille.

Lembro que o jogo do São Paulo é nesta quarta a partir das 21h30, enquanto o do Palmeiras vai acontecer nessa quinta feira a partir das 20 horas. Já o Corinthians joga na Venezuela a partir das 17 horas, um horário esquisito para um jogo de quinta feira.

OUTROS JOGOS
Mas é esse o horário definido pela Conmebol. Outros jogos desse meio de semana com participação de clubes brasileiros: nesta quarta, Grêmio x Juventude, em Porto Alegre. Na ida deu empate sem gols. No estádio do Grêmio a vitória deve ser do time de Renato Gaúcho.

Paysandu recebe o Inter, em seu estádio. No jogo de ida deu Colorado 3 z 1. Em razão disso cravo Inter como grande favorito do jogo.

GALO E FLUZÃO
Pela Copa Sul Americana, além de Deportivo Lara e Corinthians nesta quinta-feira, jogam na terça, Atlético Mineiro e Union La Calera, em BH. Galo favorito. Na quarta, o Fluminense visita o Atlético Nacional.

Como venceu no Rio por 4 a 1 tem tudo para vencer de novo e se classificar. O Botafogo carioca joga em casa contra o Sol de América. Na ida, deu Bota 1 x 0. Com o empate o clube carioca garante a vaga.

DECISÃO DA RECOPA
Ainda nesta quinta-feira jogam River Plate e Athletico Paranaense, às 21h30, em Buenos Aires, pela Recopa. Na ida deu Furacão por 1 a 0. O empate dá o título ao clube paranaense. Há grande possibilidade de que isso aconteça.

C * U * R *T * A * S

* CORINTHIANS que joga nesta quinta na Venezuela teve sérios problemas para achar um avião que o levasse até lá. Acabou por contratar um e vai pagar 1 milhão e 300 mil para ir e voltar. Muito dinheiro para disputar um jogo sem nenhuma importância.

Como na Venezuela não tem nem pão para comer na refeição da manhã, o Corinthians vai levar além dos uniformes também mantimentos, bebidas e remédios para fazer essa viagem.

FEIJÃO COM ARROZ
* NA RODADA de final de semana assisti o clássico Corinthians x São Paulo. Timão jogou o feijão com arroz. Fez um gol no inicio do jogo e depois só administrou o resultado. Sistema defensivo corintiano é um dos melhores do Brasil.

Quando marca primeiro que o adversário, dificilmente deixar acontecer um revertério. Fagner que vai jogar pela Seleção, está numa fase auspiciosa. Cássio, Manuel e Ralf são hoje os melhores jogadores do time.

* SÃO PAULO de Cuca tem uma defesa bem armada mas não tem ataque. É um time que não chuta a gol e quem não faz gols não vence partidas.

Não sei o que Cuca vai fazer, mas é preciso achar logo uma maneira do São Paulo chegar ao gol adversário ou seu time não vai chegar à lugar nenhum nesse ano. Dos jogadores que enfrentaram o Corinthians, Pato e Hernanes decepcionaram.. Não fizeram nada que preste. Precisam treinar mais.

CONFUSÃO NO TRICOLOR

* OUTRO problema sério por que passa o São Paulo. Seus jogadores se contundem com frequência. Tudo contusão muscular que em tese é provocada por excesso de treinamentos físicos e por cansaço muscular.

Não sei como um clube que tem Carlinhos Neves, um mestre em preparo físico, pode ter tanto jogador no Departamento Médico. Alguma coisa está errada. É preciso que Raí entre no circuito e resolva logo esse problema que é sério.

PEIXE PERDEU O RUMO

* SANTOS de Sampaoli parece ter perdido o rumo. Time que tinha uma defesa consistente e um ataque perigosíssimo, tem levado gols sequentes e não consegue mais vencer os goleiros adversários como o fazia no começo do campeonato.

Será que Sampaoli perdeu o rumo ou, como ele reclama, falta um centro avante especialista no atual time do Peixe? Não sei, mas algo precisa ser feito. Desse jeito o Santos não vai disputar títulos.

ELENCO DESIGUAL

* PRESTEM atenção, Dizem que o Palmeiras tem um super elenco, mas quando Felipão escala o time reserva o time perde muito de sua consistência e não se impõe com tanta facilidade aos adversários.

No jogo da última semana foi assim. O Verdão só ia bem até a grande área do adversário mas não conseguia fazer gols.

Falta competência. Por sorte, o goleiro adversário falhou e Moisés fez o gol da vitória no finalzinho. Mas o Verdão não jogou nada.

SÉRGIO CARVALHO - -
Sérgio Carvalho é um dos ícones do jornalismo esportivo brasileiro. Sua coluna ganhou mais de cincoenta prêmios durante o período em que foi publicada pelo Diário de São Paulo (antigo Diário Popular) durante mais de vinte anos. Hoje é um dos pontos de referência entre os colunistas do Futebol In
Veja perfil completo
Veja todos