Zagueiro desabafa: "Questão de honra deixar Vila Nova na Série B"

O Tigre está em situação delicada e enfrenta a Ponte Preta na próxima quinta-feira

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 10 (AFI) - O Vila Nova segue a preparação para enfrentar a Ponte Preta na próxima quinta-feira, fora de casa. O técnico Marcelo Cabo comandou mais um trabalho no período da manhã desta terça-feira e encerra as atividades visando esse jogo, na quarta. Em seguida a delegação viaja para o interior paulista e fica concentrada para o compromisso da quinta. O capitão do time, zagueiro Wesley Matos concedeu entrevista coletiva e destacou como tem sido a preparação pra encarar a Ponte.

Wesley Matos acredita na recuperação do Vila - Douglas Monteiro / Vila Nova F.C.
Wesley Matos acredita na recuperação do Vila
"Estamos buscando essa melhoria de rendimento e vamos pra lá em busca da vitória, nós necessitamos da vitória. O Marcelo Cabo tem feito trabalhos específicos para que a gente possa neutralizar a Ponte Preta e conseguir fazer os gols que a gente tanto precisa, pra gente sair vitorioso de lá", analisou o capitão.

Após encarar a Ponte Preta na próxima quinta-feira, o Vila Nova terá dois compromissos seguidos em casa, diante do CRB e do Botafogo-SP, um cenário animador se não fossem os maus resultados que o time vem obtendo em seus domínios.

QUESTÃO DE HONRA
Todo o elenco está consciente que precisa reverter essa situação, voltar a vencer em casa, fazer prevalecer o mando de campo, para que o time saia dessa fase ruim e o capitão colorado falou sobre o que tem conversado com o grupo, visando o restante da competição.

"Em relação ao grupo, estamos muito fechados em busca desse objetivo que é o principal, permanecer na Série B. O que conversamos é que o mínimo que devemos fazer em nossas carreiras quando chegamos num clube, é deixar onde pegamos, então isso é uma questão de honra. Colocamos uma meta de conquistar uma vitória a cada dois jogos, não tem como ser diferente. O quantos antes conseguirmos as oito vitórias pra nos dar tranquilidade, melhor, pois ficar nessa zona incômoda não é bom pra ninguém e a gente tem buscado forças e melhorado a cada dia pra que a gente consiga as vitórias", falou Wesley Matos.