Por falha no VAR, Vasco pode processar CBF e Hawk-Eye e pede R$ 100 milhões

O Vasco segue com o processo no Supremo Tribunal de Justiça Desportiva para anular o jogo contra o Inter, mas trabalha com 'Plano B'

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 27 (AFI) - O Vasco segue com o processo no Supremo Tribunal de Justiça Desportiva para anular o jogo contra o Internacional, em que perdeu por 2 a 0. O motivo é a falha do VAR, que estava descalibrado e não verificou a posição de Rodrigo Dourado no momento do primeiro gols.

Mas sabendo da dificuldade de ganhar a causa, o Cruzmaltino já trabalha com um 'Plano B': processar a CBF e a empresa que produz os equipamentos do VAR, Hawk-Eye, por reparação financeira de R$ 100 milhões . O valor é o que o clube calcula como perda por ter sido rebaixado.

NOVOS ÁUDIOS
O Vasco recebeu novos áudios da cabine do VAR. Após o primeiro tempo, a equipe de arbitragem conversou muito sobre o que aconteceu.

"Vamos ter que dar explicação para todo mundo", disse um dos envolvidos na conversa.

O Vasco também voltou a cobrar que sejam enviadas os áudios de antes da partida, pois provavelmente a arbitragem já sabia do problema nos equipamentos, algo que o clube quer provar para reforçar seu pedido de anulação.

Trechos do áudio:

- 24'': Ô, meu, vai tá mostrando a gente no PGM aí hein. Ó, postura aí que tão mostrando a gente no PGM.
- 2'51'': Também não vamos tentar ir na ilusão de ótica, deixa dar o resultado, vai ser fornecido.
- 3'14'': Se você falar assim você não vai ganhar nada com isso. Não vai ganhar nada com isso. Não adianta. Você falar assim não melhora nada.
- 3'19'': Ei! Ei! Ei! Olha pra mim. Ei! Ei! Calma, tranquilo.
- 3'26'': O campo não tem nada a ver com, com o que aconteceu lá, entendeu? Entendeu [inaudível]?
- 3'36'': PGM tá mostrando. Não piore! Não piore! Não piore a situação!
- 4'25'': Não vem trazer a conta pra nós também. Calma, cara! Deixa ver! Vai rever! Amigo, esse jogo aqui não é só esse jogo não, cara! Por favor! (…) Você errou muito também! Mas muito!
- 4'41'': Tem um jogador lá na frente que pode ser que ele dê condição. É isso. Tá?
- 5'12'': Tem espaço pra caramba né?
- 5'14'': Deixa eu falar uma coisa aqui antes de começar [o 2º tempo], senhores. Principalmente vocês. Inteligência! Se tem qualquer coisa, deixa pra depois! O negócio é jogo. Tá bom?
Início do 2º tempo:
- 6'16'': Jogo! Vambora, vai.
- 6'20'': [bufada, como que indignado com a situação]. P... que pariu, velho.
- 6'25'': É outro jogo hein gente! Atenção hein time! Mais do que antes! Vamo lá, time! Atenção! 100%! 100%!