No 4-3-3, Seleção FI da Série B tem goleiro-artilheiro e maestros

Os melhores da oitava rodada serão comandados por Renan Freitas, que levou o Oeste a vitória sobre o Vitória

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 11 (AFI) - A oitava rodada do Campeonato Brasileiro da Série B determinou algumas mudanças na tabela de classificação. O Bragantino se isolou na liderança graças as derrotas de Botafogo e Londrina. Completando o G4 está a Ponte Preta, que passou o Sport no saldo de gols (5 contra 4) e pulou para o quarto lugar.

Tradicionais clubes brasileiros, Vitória, Guarani e América-MG perderam seus jogos e continuam na zona de rebaixamento. Os três receberam um novo companheiro: o Operário. Isso porque o Criciúma encerrou a sequência de três vitórias do Brasil de Pelotas, mesmo fora de casa.

O goleiro Wilson cobra o pênalti que deu a vitória ao Coritiba sobre o Guarani nos minutos finais
O goleiro Wilson cobra o pênalti que deu a vitória ao Coritiba sobre o Guarani nos minutos finais

Confira a Seleção FI da oitava rodada:

Goleiro: Wilson (Coritiba)
É mais uma homenagem a este grande goleiro, de 35 anos, que deve ter disputado sua última partida com a camisa do Coritiba. Em grande estilo. Fez uma saída de gol nos acréscimos do primeiro tempo que evitou o gol do garoto Davó e no finalzinho do jogo, com categoria, marcou o gol da vitória numa cobrança de pênalti. Wilson deve assinar contrato de três anos com o Kashiwa Reysol, time que disputa a segunda divisão japonesa, e tem no comando o técnico brasileiro Nelsinho Batista.

Lateral-direito: Sávio (Coritiba)
Foi uma das novidades do técnico Umberto Louzer no difícil jogo contra o Guarani e deu conta do recado. Diante da necessidade de ajudar na marcação, já que as principais jogadas ofensivas do adversário foram do seu lado, Sávio pouco atacou, mas fez uma partida taticamente perfeita. Assim como os demais companheiros, chegou ao limite para garantir a importante vitória ao Coxa.

Zagueiro: Platero (Criciúma)
Platero foi um dos pontos fortes na vitória do Criciúma para cima do Brasil de Pelotas por 1 a 0. O defensor não deu espaço para os atacantes do rival e ainda salvou o Tigre em um lance com o gol aberto - o goleiro Luiz estava vendido. Acabou sendo fundamental na fuga da zona de rebaixamento.

O zagueiro Ruan Renato apareceu no ataque para garantir três pontos ao Figueirense (Foto: Matheus Dias/FFC)
O zagueiro Ruan Renato apareceu no ataque para garantir três pontos ao Figueirense (Foto: Matheus Dias/FFC)

Zagueiro: Ruan Renato (Figueirense)
O zagueiro do Figueirense marcou seu primeiro gol com a camisa do time em momento importante. Foi dele o gol da vitória por 2 a 1 sobre o Botafogo, que lutava pela liderança da Série B. Com o resultado, o Figueira entrou de vez na briga pelo acesso.

Lateral-esquerdo: Alyson (Oeste)
O Oeste fez uma partida segura do início ao fim e praticamente todos os jogadores merecem os parabéns pela exibição na vitória sobre o Vitória, por 2 a 0. Mas o destaque vai para Alyson, que mostrou muito vigor físico e deu assistência para Bruno Gonçalves fazer o segundo gol. O lateral ainda quase deixou sua marca no primeiro tempo.

Volante: Luiz Otávio (Paraná)
Num jogo de muita movimentação, equilíbrio e decidido na parte final o destaque ficou para o volante do Tricolor do Paraná. Ele mostrou muita personalidade ao ir ao ataque, o que, em tese, não deveria ser sua obrigação. Criou uma chance real de gol em cada tempo e ajudou muito seu time a vencer o Operário, no duelo paranaense.

Meia: Matheus Vargas (Ponte Preta)
Criticado pelos torcedores no empate sem gols com o Botafogo na semana passada, Matheus Vargas foi "O CARA" na vitória maiúscula da Ponte Preta sobre o Londrina, por 3 a 1, fora de casa. O camisa 10 marcou um golaço logo depois do Tubarão abrir o placar e teve armou o contra-ataque que terminou com o gol de Marquinhos - o terceiro da Macaca.

Meia: Tony (Figueirense)
O meia foi um dos principais jogadores do Figueirense na vitória por 2 a 1 sobre o Botafogo-SP. Ele mostrou visão de jogo para servir os companheiros em diversas oportunidades, distribuindo bons passes no meio de campo e ajudando na combatividade na marcação. Além disso, cobrou escanteio na cabeça de Ruan Renato, que marcou o gol da vitória.

Matheus Vargas fez uma das suas melhores partidas do ano contra o Londrina e marcou um golaço
Matheus Vargas fez uma das suas melhores partidas do ano contra o Londrina e marcou um golaço

Atacante: Thiago Ribeiro (Bragantino)
Thiago Ribeiro participou dos dois gols da vitória do Bragantino por 2 a 0 para cima do América Mineiro. Foi dele o cruzamento para o golaço de Claudinho, sem contar o pênalti sofrido, após Zé Ricardo colocar a mão na bola para evitar seu chute. Tem feio um grande campeonato com a camisa do Massa Bruta.

Atacante: Jarro Pedroso (Atlético-GO)
O brasileiro naturalizado uruguaio vem se tornando uma referência no ataque do Dragão. Nessa rodada, ele foi responsável pelas principais jogadas de ataque da equipe goiana e ainda marcou o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Cuiabá.

Atacante: Bruno Mota (Vila Nova)
O Vila Nova teve muitas dificuldades no campo de ataque, mas contou com a estrela de Bruno Mota para vencer o São Bento por 1 a 0. Ele entrou aos 25 minutos do segundo tempo, no lugar de Richard, e precisou de apenas dois minutos em campo para marcar o gol da vitória colorada, aos 27 minutos.

Renan Freitas foi eleito o treinador da rodada após a goleada do Oeste sobre o Vitória
Renan Freitas foi eleito o treinador da rodada após a goleada do Oeste sobre o Vitória

Técnico: Renan Freitas (Oeste)
Tudo bem que foi diante do lanterna, mas o Oeste teve uma atuação de gala ao bater o Vitória, por 3 a 0, na Arena Barueri. O rubronegro paulista dominou a partida do início ao fim e poderia ter até vencido por mais gols. As alterações feitas por Renan Freitas mantiveram o Rubrão em cima do Leão ao longo dos 90 minutos.

Mas outros dois treinadores também merecem destaque. Presença constante na Seleção FI, Antônio Carlos Zago teve seu trabalho coroado com a liderança isolada do Bragantino nesta primeira fase do campeonato. Já Jorginho vem fazendo a Ponte Preta apresentar um bom futebol e não é a toa que figura entre os quatro melhores.