Paulistão: Tiago Volpi sonha em ser convocado para a Seleção Brasileira

"Se a gente estiver bem no individual e coletivo, tudo é uma consequência", afirmou o goleiro do São Paulo

por Agência Estado

São Paulo, SP, 14 - Após ter sido comprado pelo São Paulo no final da temporada de 2019, o goleiro Tiago Volpi tem metas traçadas para 2020. Um dos objetivos do goleiro de 29 anos é ser convocado pelo técnico Tite para defender a Seleção Brasileira.

Volpi afirmou encarar o desafio com "pés no chão". Atualmente, a seleção conta com dois goleiros convocados frequentemente: Alisson, titular, e Ederson, reserva imediato. Para a posição de terceiro goleiro, Tite tem alternado os chamados. A seleção tem pela frente em 2020 as Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022 e a Copa América.

"A seleção é um sonho, mas sempre fui consciente de que é uma série de fatores, o coletivo conta muito. Se a gente estiver bem no individual e coletivo, tudo é uma consequência. O sonho existe, mas tenho que estar focado em ajudar o meu clube. Vou trabalhar, mas sei que isso vai acontecer se o time estiver bem. Estou tranquilo, tenho os pés no chão", afirmou Volpi.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
No ano passado, Tite e o preparador de goleiros da seleção, Taffarel, foram ao estádio do Morumbi para assistir ao clássico entre São Paulo e Santos.

Na ocasião, o goleiro alvinegro Everson estava sendo observado pela comissão técnica brasileira.

Na última convocação de 2019, Tite não chamou jogadores que atuavam no futebol brasileiro. Além de Alisson e Ederson, o outro goleiro convocado foi Daniel Fuzato, da Roma, da Itália.

Mercado da Bola
São Paulo-SP
Elenco ainda não definido
  • Goleiros

    Thiago Volp, Júnior e Lucas Perri

  • Laterais

    Igor Vinicius, Juanfran, Daniel Alves, Reinaldo e Léo

  • Zagueiros

    Anderson Martins, Arboleda, Bruno Alves e Walce

  • Volantes

    Jucilei, Tchê Tchê e Luan

  • Meias

    Liziero, João Rojas, Vitor Bueno, Hernanes, Everton, Igor Gomes e Marquinhos Calazans

  • Atacantes

    Toró, Pablo, Alexandre Pato, Antony e Helinho

  • Técnico

    Fernando Diniz