Com indefinição do Paulistão, técnico do Santo André já visa segundo semestre

Paulo Roberto Santos começa a fazer planos para sequência da temporada a partir de julho

por Agência Futebol Interior

Santo André, SP, 02 (AFI) - Com o Campeonato Paulista interrompido por tempo indeterminado em função da pandemia do coronavírus, Paulo Roberto Santos, treinador do Santo André, já começa a virar a chave para o segundo semestre.

O comandante, dono da melhor campanha até aqui no Estadual após dez rodadas, mostra-se insatisfeito com a demora de uma posicionamento mais enfática da Federação Paulista de Futebol (FPF) em meio ao caos proporcionado pelo Covid-19.

Paulo Roberto Santos tem a melhor campanha do Paulistão
Paulo Roberto Santos tem a melhor campanha do Paulistão

"Essa indefinição em relação ao retorno do futebol é muito ruim aos profissionais. Neste silêncio, ninguém fala nada e ninguém se posiciona. É muito preocupante. Quem trabalha em clubes sem calendário nacional no segundo semestre tem sempre a preocupação de realizar bom trabalho para ter campo no futuro", ponderou o técnico.

"Com a paralisação e nenhuma previsão, a preocupação de todos é muito grande. Contratos de atletas e comissões técnicas terminam em meados de abril. Como será daqui em diante?", questionou?

PROBLEMA

Líder do Campeonato Paulista com 19 pontos, o Santo André vive situação preocupante, haja vista não ter direito de disputar a Série D.

"O Santo André, talvez, esteja entre as equipes em situação mais preocupante em relação aos seus profissionais. Ou a competição volta ou termina aqui", disparou Paulo Roberto.

"Nós temos que planejar o segundo semestre. Do jeito que está não fazemos uma coisa, nem outra. Os mais prejudicados são os profissionais que dependem do futebol para cuidar de suas famílias. Vamos ficar na torcida para uma solução o mais breve possível", concluiu.