Time potiguar terá que pagar carro depredado de árbitro, que trabalha de Uber

O Palmeira foi denunciado no TJD e na Justiça Comum por críticas a Leandro Barchz

por Agência Futebol Interior

Natal, RN, 13 (AFI) - O Palmeira será responsabilizado por atos dos seus torcedores, que depredaram o veículo do árbitro Leandro Barchz, após a derrota para o ABC, por 1 a 0, em Goianinha, pela última rodada do Campeonato Potiguar. Segundo o Coronel da Arbitragem, Ricardo Albuquerque, o time mandante é responsável pela segurança do local.

Palmeira usou rede social para criticar Leandro Barch
Palmeira usou rede social para criticar Leandro Barch
Leandro Barchz registrou Boletim de Ocorrência sobre o caso e busca um ressarcimento, pois, além de árbitro, ele trabalha também como Uber. O clube, inclusive, terá que pagar os dias em que o juiz ficou sem trabalhar com o aplicativo.

PAPELÃO!
O Palmeira terá também responder ao TJD/RN e à Justiça Comum pelo ocorrido. O clube usou as redes sociais para fazer duras críticas ao árbitro Leandro Barchz e, além de tudo, acabou jogando a torcida contra o juiz, que, na visão da equipe, não deu quatro pênaltis frente ao ABC.

POTIGUAR
O Palmeira está na sétima colocação do Campeonato Potiguar com apenas um ponto. O próximo compromisso é nesta quinta-feira diante do lanterna Força e Luz, na Arena América.