Copa Paulista: Igor Pupinski exalta técnico Zé Maria e projeta futuro na Portuguesa

Com oito participações, lateral-direito foi um dos principais destaques da Lusa no torneio regional

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 01 (AFI) - Igor Pupinski foi um dos destaques da Portuguesa na disputa da Copa Paulista.

Sob comando do técnico Zé Maria, o lateral-direito foi titular em oito de dez partidas no torneio regional, o que mostra a qualidade do trabalho desenvolvido justamente na posição em que o treinador brilhou durante quase toda a carreira.

Para Igor, ser orientado por um dos maiores laterais da história da Lusa tem sido importante para seu desenvolvimento profissional.

"É muito gratificante poder trabalhar com uma pessoa que teve tanto destaque na carreira de jogador de futebol, principalmente por ser da mesma posição em que eu atuo. Aprendo como devo me comportar tanto na parte ofensiva como defensivamente e pelo fato de ele ter a ideologia de jogo europeia, o fez com que eu tivesse um aprendizado tático ainda maior", revelou.

Igor Pupinski foi um dos destaques da Portuguesa na disputa da Copa Paulista - Leonardo Sguaçabia
Igor Pupinski foi um dos destaques da Portuguesa na disputa da Copa Paulista

NA EUROPA

O período em que atuou no Velho Continente fez dele um jogador pronto para o chamado 'futebol moderno', sobretudo na posição de lateral, a qual exige capacidade de apoiar o ataque, mas requer também o compromisso com o sistema defensivo.

"Gosto muito de atacar, de estar sempre servindo de apoio na frente tanto para cruzar como para concluir a gol. Minha passagem pelo futebol italiano foi muito importante para minha evolução defensiva e tática num sistema completo. Eu me adaptei em outras funções não somente de lateral e tive uma crescente da minha parte defensiva", afirmou.

HISTÓRICO

Aos 22 anos, Pupinski chegou à Portuguesa no fim do primeiro semestre deste ano após ter defendido as cores do EC São Bernardo.

Mesmo não se classificando para a segunda fase da Copa Paulista, as boas atuações vestindo a camisa rubro-verde naturalmente despertam interesse, mas o jogador está bem tranquilo quanto ao futuro.

"Durante a Copa Paulista, tive algumas sondagens, mas não chegou nada de concreto em minhas mãos. Tenho contrato até maio de 2021. O ano que vem é o centenário da Lusa, um dos clubes mais importantes do país. Gostaria de estar, mas se chegar algo que seja bom para mim e para a Portuguesa eu posso analisar", comentou.