Série B: Com desfalques, Jorginho faz 'malabarismo' para manter Ponte Preta em alta

Por lesão e suspensão, treinador enfrenta dificuldades para manter time considerado titular em campo

por Lucas Rossafa

Campinas, SP, 20 (AFI) - Jorginho vê a lista de desfalques aumentar na reta final do primeiro turno.

O treinador da Ponte Preta enfrenta dificuldades para definir o time titular em razão da lotação do Departamento Médico nas últimas semanas e teve de apelar para improvisações, sobretudo na lateral-esquerda, para manter o nível de competitividade.

Para se ter ideia, atualmente, são cinco nomes com foco exclusivo na recuperação física. Casos do zagueiro Renan Fonseca, do lateral-esquerdo Guilherme Guedes, dos volantes Edson e Guilherme Mantuan e do atacante Tiago Marques.

O último, inclusive, é quem tem menos tempo fora de combate. Substituído no primeiro tempo da vitória em cima do Figueirense, o atleta foi diagnosticado com entorse no tornozelo esquerdo e ficará afastado dos gramados por, pelo menos, três semanas. A expectativa é que fique à disposição a partir de 10 de setembro - ainda não há previsão de retorno para o quarteto.

Com entorse no tornozelo, Tiago Marques desfalca a Ponte Preta por 20 dias - Álvaro Júnior / PontePress
Com entorse no tornozelo, Tiago Marques desfalca a Ponte Preta por 20 dias

OUTRO LADO DA MOEDA

Por outro lado, o comandante alvinegro deve ganhar o retorno de Arnaldo, fora desde 12 de julho. O lateral-direito sofreu fratura no braço em atividade, mas treinou normalmente na última segunda-feira e deve ser o titular diante do CRB, amanhã, no Estádio Moisés Lucarelli, em duelo válido pela 17ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro - Diego Renan, então, seria deslocado à ala canhota até por conta da suspensão de Henrique Trevisan.

Quem também está recuperado é Rafael Longuine. Após mais de dois meses ausente, o meio-campista foi relacionado na última rodada, mas sequer saiu do banco de reservas. A tendência é que ganhe alguns minutos na etapa complementar no duelo frente o Galo.

PROJEÇÃO

Quarta colocada com 26 pontos e embalada por dois triunfos consecutivos, a Ponte Preta estabeleceu a meta de fechar o primeiro turno dentro do G4.

Com mais três jogos pela frente, Alvinegra enfrenta CRB e Sport Recife em sequência no Majestoso, até visitar o Brasil, em Pelotas.

Sete de nove pontos é visto como satisfatório até a virada, principalmente para não perder os principais concorrentes de vista - casos de Bragantino, Coritiba e Atlético/GO.