Ponte Preta leva multa de R$ 2 mil, mas escapa de perda de mando de campo na Série B

Macaca foi julgada no STJD por confusão das torcidas organizadas no jogo contra o Paraná

por Lucas Rossafa

Campinas, SP, 11 (AFI) - O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) puniu a Ponte Preta apenas com multa de R$ 2 mil, sem perda de mando de campo na Série B do Campeonato Brasileiro, em razão do conflito entre torcedores alvinegros e do Paraná, em maio, no Moisés Lucarelli.

Com a vitória no pleito, após julgamento nesta terça-feira, no Rio de Janeiro, a Macaca não corre risco de atuar com o Majestoso de portões fechados ou fora dele em razão de indisciplina vinda das arquibancadas, assim como na última temporada.

Moisés Lucarelli está liberado para a sequência da Série B - PontePress
Moisés Lucarelli está liberado para a sequência da Série B

O time campineiro havia sido enquadrado no artigo 213, inciso I do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, por "deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir desordens em sua praça de desporto" - a pena poderia ser multa de R$ 100 a R$ 100 mil e possível perda do mando entre um a dez jogos em torneios organizados pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

PANORAMA

Com três vitórias nos quatro últimos jogos, a Alvinegra ocupa, momentaneamente, a quarta colocação da Série B - nesta terça-feira, torce para que o Sport não vence o CRB, na Ilha do Retiro, por dois ou mais gols de diferença para ficar no grupo de acesso durante a Copa América.

Com reapresentação do elenco marcada para 24 de junho, segunda-feira, a Ponte Preta tem dois compromissos consecutivos como mandante nos pontos corridos, a partir de julho: Oeste e Atlético-GO, em datas a serem definidas pela CBF.

Mercado da Bola
Ponte Preta-SP
Elenco ainda não definido
  • Goleiros

    Guilherme, Ivan, Luan, Pedrão e Ygor Vinhas

  • Laterais

    Guilherme Lazaroni, Jeferson, Matheus Alexandre e Yuri

  • Zagueiros

    Alisson, Cléber Reis, Henrique Trevisan, Léo, Wellington Carvalho

  • Volantes

    Bruno Reis, Danrley, Dawhan e Vander

  • Meias

    João Paulo e Vinicius Zanocelo

  • Atacantes

    Alisson Safira, Apodi, Bruno Rodrigues, Felipe Saraiva, João Veras, Mateus Anderson e Roger

  • Técnico

    Gilson Kleina