Água Santa 3 x 2 Santo André - Ramalhão é finalista, mas Netuno também sobe

Santo André levou a vaga pelo placar agregado - 4 a 3. Mas Água Santa vai pegar a vaga deixada pela fusão Bragantino e Red Bull

por Agência Futebol Interior

Diadema, SP, 21 (AFI) - O Santo André está de volta à elite do futebol paulista um ano depois de ser rebaixado. O acesso foi garantido mesmo com a derrota por 3 a 2 para o Água Santa, nesta manhã (21), no Estádio Distrital de Inamar, na cidade de Diadema pela semifinal.

Como tinha vencido em casa por 2 a 0, o Ramalhão garantiu sua vaga na final pelo placar agregado de 4 a 3. A final será diante da Internacional de Limeira, que sábado (20) eliminou o XV de Piracicaba.

Os jogos finais vão ser confirmados na segunda-feira pela Federação Paulista de Futebol (FPF).

CASA CHEIA
Mas as datas estão definidas para domingo, dia 28, e dia 1.º de Maio, uma quarta-feira. O primeiro em Limeira e o segundo em Santo André.

Quase oito mil torcedores estiveram no Inamar, metade por conta da promoção do FUTEBOL SUSTENTÁVEL, na troca de duas pets por um ingresso.

RÁDIO FI COM ABC
Este jogo decisivo foi transmitido, ao vivo, pela Rádio Futebol Interior - Rádio FI - em parceira com a equipe nota 10 de Ismael Alves, da Rádio ABC.

COBERTURA COMPLETA

O Portal FUTEBOL INTERIOR acompanha a competição online pelo PLACAR AO VIVO e também depois com comentários e destaques da rodada.

Baixe também o Aplicativo - App Placar FI - tanto pelo Google Play como APP Store.

CONFIRA DETALHES DAS SEMIFINAIS DO PAULISTA A2 !

ÁGUA SANTA TAMBÉM SOBE
Os dois finalistas garantiram o acesso, mas o Água Santa também deve subir excepcionalmente. Graças à fusão entre Bragantino e Red Bull Brasil que vai abrir uma vaga no Paulistão 2020.

Pelo regulamento geral de competições, a vaga a será preenchida pelo terceiro colocado. O Água Santa é dono da melhor campanha na temporada, com 40 pontos. Esta definição, porém, só vai acontecer em outubro, quando ocorrer o Conselho Arbitral da competição.

INÍCIO MOVIMENTADO
O jogo começou movimentado, com o Água Santa pressionando em busca do primeiro gol, mas foi o Santo André quem assustou primeiro e por pouco não abriu o placar.

Aos 19 minutos, Cristian roubou a bola da defesa e bateu firme para o gol. O goleiro Rafael espalmou e a bola ainda explodiu no travessão.

GOL E REAÇÃO
Aos 30 minutos, a resposta do Água Santa foi fatal. Celsinho cobrou falta da esquerda e o zagueiro Lombardi desviou de cabeça para o fundo do gol, abrindo o placar.

Mas a reação do visitante foi rápida. Após troca de passe a bola sobrou para o chute de longe de Raphael Toledo. Ele soltou a bomba no ângulo, sem chances de defesa. Tudo igual aos 36 minutos.

Água Santa 3 x 2 Santo André - Ramalhão é finalista, mas Netuno também sobe
Água Santa 3 x 2 Santo André - Ramalhão é finalista, mas Netuno também sobe

Depois do empate, o Água Santa tomou uma ducha de água fria. Não esperava uma reação tão rápida. O time ficou nervoso e começou a errar passes por precipitação.

MUDANÇAS NA VOLTA
Na volta do segundo tempo, os dois times mudaram. Márcio Ribeiro tirou o volante Serginho e colocou o atacante Erick, mostrando que iria para o tudo ou nada.

De outro lado, Fernando Marchiori tirou Jobinho para se reforçar com Carlos Alberto, que prende mais a bola.

O jogo ficou aberto. O goleiro Tomazella fez grande defesa no alto após chute de Marzagão. Aos seis minutos, Raphael Toledo bateu de chapa, dentro da área, e a bola tirou tinta da trave. Quase o Santo André surpreende de novo.

DOIS GOLS
O Ramalhão aproveitava bem os espaços. Após levantamento na área, o grandalhão Héliton ajeitou de cabeça e do outro lado Anselmo apareceu para completar para as redes: 2 a 1, aos oito minutos.

Mas o Água Santa reagiu rápido, aos 10 minutos. Bocão cruzou pelo alto e Celsinho apareceu entre os zagueiros para desviar de cabeça, empatando de novo. A pressão foi mantida, mas com o domínio do Santo André na marcação.

Santo André deu trabalho e subiu. Foto: Michael Sanches
Santo André deu trabalho e subiu. Foto: Michael Sanches
UM A MENOS
A partir dos 25 minutos, o Água Santa ficou praticamente com um jogador a menos, porque o zagueiro Luizão sofreu uma lesão muscular e cãimbras precisaria ser substituído.

Acontece que as três trocas tinham sido feitas. A partir daí, Luizão foi mandando para o ataque, para atuar parado na área, como um atacante.

VITÓRIA COM PÊNALTI
O jogo ganhou emoção nos últimos minutos. Aos 44 minutos, houve um pênalti para o Água Santa quando a bola tocou na mão do zagueiro Icaro. Na cobrança, Dado confirmou a virada por 3 a 2, aos 45 minutos.

Com sete minutos de acréscimos, os últimos instantes foram de pressão. Mas não deu para fazer o quarto gol que levaria a definição da vaga para os pênaltis.

Ficha Técnica

Fase
Semifinal
Rodada
2ª rodada
Data
21/04/2019
Horário
11h00
Local
Distrital de Inamar - Diadema (SP)
Árbitro
Flávio Rodrigues de Souza

Renda
R$ 39.515,00
Assistentes
Alex Ang Ribeiro e Daniel Luís Marques

Público
7.183 torcedores
Cartões Amarelos
Água Santa: Alvinho , Luizão, Luan Dias
Santo André: Cristian, Jobinho, Anselmo, Matheus Santiago, Carlos Alberto, Héliton

Gols
Água Santa: Lombardi 30' 1T, Celsinho 10' 2T, Dada 45' 2T
Santo André: Raphael Toledo 36' 1T, Anselmo 8' 2T
Água Santa
Rafael;
Jonathan Bocão, Luizão, Lombardi e Bruno Recife;
Serginho (Erick), Diogo Marzagão, Luan Dias e Celsinho;
Kaique (Everton) e Alvinho (Dada)

Técnico: Márcio Ribeiro
Santo André
Tomazella;
Rhuan, Icaro, Héliton e Dênis Neves;
Johnnattan, Raphael Toledo, Maykinho (Guilherme Garré) e Cristian;
Jobinho (Carlos Alberto) e Anselmo.

Técnico: Fernando Marchiori