São Bento 1 x 2 Mirassol - Leão estreia com vitória de virada

O time da casa saiu na frente, mas acabou sofrendo a virada dos comandados por Eduardo Baptista

por Agência Futebol Interior

Sorocaba, SP, 27 (AFI) - Na abertura do Paulistão teve de tudo, inclusive problema com o VAR. Mesmo atuando no Estádio Walter Ribeiro, o Mirassol estreou no campeonato com o pé direito ao vencer o São Bento, por 2 a 1, de virada.

A vitória coloca o atual campeão brasileiro da Série D na liderança isolada do Grupo D, já que Santos, Guarani e São Caetano ainda não entraram em campo. Enquanto isso, o São Bento amarga a última colocação do Grupo B, que tem ainda Ponte Preta, São Paulo e Ferroviária.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS E OS GOLS


BENTÃO SAI NA FRENTE
Com mais entrosamento e diante de um adversário desfalcado, o Mirassol começou a partida em cima, mas a primeira chance foi do São Bento. Aos quatro minutos, Reniê falhou, Geovane Itinga desceu em velocidade e bateu rasteiro para defesa de Alex Muralha.

Em mais uma falha de Reniê, o São Bento abriu o placar aos sete minutos. Geovane Itinga recebeu dentro da área, cortou fácil o zagueiro e soltou a bomba. O Mirassol chegou a empatar com Daniel Borges na sequência, mas o gol foi anulado por impedimento na origem do lance.

O Leão Araraquarense seguia em cima. Aos 15, Cássio Gabriel cobrou falta rasteira e Luiz Daniel fez boa defesa. Após levantamento, o goleiro do São Bento soltou a bola e Danilo Boza mandou na rede pelo lado de fora.

QUE CONFUSÃO
O VAR chamou o árbitro para ver um possível pênalti a favor do Mirassol. Antes, porém, Pedro Lucas estava impedido e por isso e penalidade não foi marcada.

Mirassol venceu o São Bento de virada (Foto: Rodrigo Corsi/Paulistão)
Mirassol venceu o São Bento de virada (Foto: Rodrigo Corsi/Paulistão)

A partida ficou paralisada seis minutos porque a imagem não chegou na cabine em campo devido a uma queda de sinal. O árbitro se comunicou por rádio com os árbitros de vídeo e marcou o impedimento.

MAIS DO JOGO
O problema no VAR acabou esfriando o Mirassol, que tinha mais posse de bola, mas não conseguiu criar os lances de perigo como antes. Até que, aos 45 minutos, chegou ao empate.

Ernandes cruzou, Douglas Assis furou e a bola sobrou do outro lado para Daniel Borges, que bateu rasteiro no cantinho de Luiz Daniel.

COMEÇOU MOVIMENTADO
O São Bento voltou do intervalo marcando em cima e, antes do primeiro minuto, Ítalo bateu para defesa segura de Alex Muralha. A resposta do Mirassol veio em chute de Cássio Gabriel por cima do gol.

Aos 19 minutos, Daniel arriscou de fora da área e mandou para fora. Depois foi a vez do São Bento chegar com perigo. Ítalo recebeu de Geovane Itinga e bateu colocado. Alex Muralha espalmou para escanteio.

VIRADA DO LEÃO
Depois de um bom início, o jogo caiu de qualidade até pelo cansaço dos dois times. Até que, aos 34 minutos, Douglas Assis puxou Pedro Lucas após cobrança de escanteio. O árbitro não marcou, mas voltou atrás após consultar o VAR, que dessa vez estava funcionando.

Fabrício deslocou Luiz Daniel e virou para o Mirassol. Aos 41 minutos, Ítalo cabeceou à queima-roupa e Alex Muralha impediu o empate do São Bento com uma grande defesa.

PRÓXIMOS JOGOS
O Mirassol volta a campo já na terça-feira, contra o Novorizontino, às 19 horas, no José Maria de Campos Maia, em Mirassol, na abertura da 2ª rodada. Já o São Bento enfrenta o Ituano na quinta-feira, às 15 horas, no Novelli Júnior, em Itu.

Ficha Técnica

Fase
Fase de Grupos
Rodada
1ª rodada
Data
27/02/2021
Horário
16h30
Local
Walter Ribeiro - Sorocaba (SP)
Árbitro
Matheus Delgado Candançan

Assistentes
Danilo Ricardo Simon Manis e Daniel Paulo Ziolli

Cartões Amarelos
São Bento: Ruan, Douglas Assis
Mirassol: Ernandes, Cássio Gabriel

Gols
São Bento: Geovane Itinga 7' 1T
Mirassol: Daniel Borges 45' 1T, Fabrício 35' 2T
São Bento
Luiz Daniel;
Diego Tavares, Douglas Assis, Fábio Bahia (Sendeski) e Julinho (Ítalo);
Escobar, Coutinho (Ruan) e Allan Dias (Daniel Costa);
Pablo (Kayan), Bruno Leonardo e Geovane Itinga.
Técnico: Edson Vieira
Mirassol
Alex Muralha;
Daniel Borges, Danilo Boza, Reniê e Ernandes (Vinícius);
Luis Oyama (Daniel), Neto Moura (Sousa) e Cássio Gabriel;
Moraes, Rafael Bilu (Fabrício) e Pedro Lucas (Rafael Silva).
Técnico: Eduardo Baptista