Grêmio e Palmeiras iniciam duelo de técnicos gaúchos nas quartas da Libertadores

Renato Gaúcho e Luiz Felipe Scolari somam duas conquistas continentais na carreira

por Agência Estado

Porto Alegre, RS, 20 - Os dois times brasileiros de melhor campanha na última Copa Libertadores e colecionadores de títulos nos últimos anos iniciam nesta terça-feira, às 21h30, em Porto Alegre, um confronto direto para saber quem tem o treinador mais "copeiro" e o elenco mais competitivo do Brasil.

Grêmio e Palmeiras fazem pelas quartas de final do torneio continental um confronto entre técnicos especialistas em Libertadores.

Único brasileiro a ganhar a competição como jogador e como treinador, o gremista Renato Portaluppi, o Renato Gaúcho, terá como adversário o conterrâneo mais experiente na história do torneio.

Renato Gaúcho e Felipão se enfrentam em busca do tricampeonato na Libertadores - Lucas Uebel / Grêmio FBPA
Renato Gaúcho e Felipão se enfrentam em busca do tricampeonato na Libertadores

Bicampeão da Libertadores com títulos pelo Grêmio (1995) e Palmeiras (1999), Luiz Felipe Scolari é o técnico brasileiro com mais jogos pela competição. São 72 compromissos em sete edições.

Dono de 22 títulos em torneios mata-mata, Felipão terá um rival acostumado a competições nesse formato. Apenas nessa atual passagem pelo Grêmio, Renato Gaúcho conquistou taças como a Copa do Brasil, a Libertadores e a Recopa Sul-Americana.

SOBERANIA

Semifinalistas em 2018, Grêmio e Palmeiras também definem em Porto Alegre e na semana seguinte no Pacaembu qual é o time brasileiro de maior poderio recente na Libertadores. Os gaúchos podem chegar pela terceira vez seguida entre os quatro melhores, enquanto o clube paulista busca atingir esta etapa pelo segundo ano consecutivo, após ter feito nessas temporadas a melhor campanha da fase de grupos.

O Grêmio, último brasileiro a conquistar uma Libertadores, em 2017, e o Palmeiras, campeão nacional em 2016 e 2018, apostam em elencos badalados para avançar. O clube gaúcho tem, por exemplo, o zagueiro Geromel, convocado por Tite para a última Copa do Mundo, e o atacante Éverton, em alta após se destacar pela seleção brasileira na Copa América.

Grêmio e Palmeiras se reencontram em Porto Alegre três dias depois de empate - Cesar Greco / Ag. Palmeiras
Grêmio e Palmeiras se reencontram em Porto Alegre três dias depois de empate

ALVIVERDE

O Palmeiras, reforçado nos últimos anos por contratações caras, confia no ex-gremista Dudu e no bom momento do goleiro Weverton, chamado para defender a seleção brasileira nos próximos amistosos. "Ser lembrado num momento tão especial como esse prova que o trabalho que venho fazendo todos os dias está sendo visto", disse.

Apesar de os dois times terem se enfrentado no sábado, pelo Campeonato Brasileiro, e na mesma Arena do Grêmio, a partida pela Copa Libertadores deve ser bem diferente. Os treinadores pouparam os titulares e nos últimos dias fizeram mistério.

TRICOLOR

O Grêmio não escalou desde o início Geromel e Éverton para evitar o desgaste. O Palmeiras fez o mesmo. O atacante Luiz Adriano só viajou na segunda-feira a Porto Alegre para participar da partida pela Libertadores, assim como Willian.

A equipe de Felipão levou também o volante Jean para ficar como reserva na lateral direita. O clube perdeu opções para a posição recentemente com a lesão de Mayke e a saída de Fabiano para o Boavista, de Portugal - Marcos Rocha será o titular nesta terça-feira.