Inter vai para cima do Corinthians em busca do título que não vem desde 1979

Para sagrar-se campeão, o Colorado precisa vencer o Timão e torcer por um tropeço do Flamengo

por Agência Estado

Campinas, SP, 25 - O autor do ditado é desconhecido, mas sempre que há uma dificuldade para os gaúchos, eles se apegam ao "não está morto quem peleia". Confiante numa reviravolta pela briga do título brasileiro que não desde 1979, o Internacional vai para cima do Corinthians, às 21h30, no Beira-Rio. Além de ganhar, o time gaúcho necessita de uma derrapada do líder Flamengo.

Dois pontos separam Inter e Flamengo nesta rodada decisiva. Como tem vantagem no saldo de gols, os gaúchos sabem que fazer o dever de casa é dar passo imenso para a primeira conquista do clube na era dos pontos corridos.

Os torcedores colorados mostram muita confiança num resultado positivo do São Paulo diante dos cariocas, no Morumbi, pelo fato de ainda lutar pela vaga no G4, o que, consequentemente, ajudaria aos comandados de Abel Braga.

A ordem do treinador, contudo, é que seu time esqueça do confronto do Morumbi e fiquem. concentrados em fazer a "lição de casa". Mesmo com o Corinthians sem ambições no Brasileirão, as equipes travam duelo desde a edição de 2005, da qual jamais aceitaram a perda do título após a remarcação de jogos por causa da chamada Máfia do Apito.

"Estamos vindo de uma derrota para o Flamengo, mas o grupo está forte e bem preparado. Ainda temos chances e vamos lutar para que dê tudo certo e consigamos o título", afirma o meia Praxedes, mostrando a confiança que paira entre os gaúchos.

Abel Braga vai fazer duas alterações em relação ao time que iniciou a partida diante do Flamengo, no Maracanã. Após cumprir suspensão, o xerifão Cuesta volta à defesa, ao lado de Lucas Ribeiro. Para a vaga de Rodinei, suspenso, o jovem Heitor será o escalado.

O fator campo é uma arma do Inter para se impor diante dos paulistas. Mas o desempenho recente no estádio deixa uma pulga atrás da orelha do torcedor. Além de perder a Copa do Brasil para o rival em 2012, o equilíbrio prevalece desde a reforma para a Copa do Mundo de 2014.

CUESTA VALORIZA TEMPORADA E EXALTA O ELENCO COLORADO. VEJA O VÍDEO!

Desde a reabertura, foram cinco confrontos, com duas vitórias para cada lado e um empate. O Inter já vem de uma derrota diante do Sport, por 2 a 1, em sua casa, e não pretende dar novo vexame.