Atacante de clube inglês denuncia ameaça racista na web antes de jogo

Agressor também enviou outras duas imagens racistas: uma mostrando um cereal com cunho racista e outra exibindo a Klu Klux Klan

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 12 (AFI) - O atacante Wilfried Zaha fez uma grave denúncia horas antes do seu time, Crystal Palace, ser derrotado pelo Aston Villa, por 2 a 0, pela 35ª rodada do Campeonato Inglês. O jogador da Costa do Marfim foi ameaçado por um suposto torcedor rival na web no último sábado.

"É melhor você não marcar amanhã, sua p*** preta. Ou eu irei à sua casa vestido como fantasma", escreveu o torcedor racista, usando um termo pejorativo para ofender o jogador de 27 anos, que compartilhou as ofensas no Twitter e no Instagram.

Ameaças racistas. (Foto: Reprodução)
Ameaças racistas. (Foto: Reprodução)
O agressor também enviou outras duas imagens racistas: uma mostrando um cereal com uma antiga embalagem de cunho racista e outra exibindo membros da Klu Klux Klan (KKK), organização que defende a supremacia dos brancos sobre os negros e cujos integrantes vestem roupas inteiramente brancas, com capuzes pontiagudos, representando fantasmas de soldados mortos durante a Guerra Civil a fim de assustar negros.

O Crystal Palace e o Aston Villa manifestaram apoio ao jogador. Mesmo com o resultado positivo, o Aston Villa ainda integra a zona de rebaixamento. É o 18º colocado, com 30 pontos, quatro a menos que o Watford, primeiro fora do grupo do descenso. O Crystal Palace soma 42 pontos e ocupa o 14º posto.