Grêmio busca esquecer o que passou e olhar apenas para frente diante do Fla

Eliminado da Copa do Brasil e Libertadores, o time de Renato Gaúcho joga a vida no Brasileirão ara terminar no G6

por Agência Estado

Porto Alegre, RS, 17 (AFI) - O Grêmio é a única equipe que venceu as últimas 5 partidas do Campeonato Brasileiro e tenta superar a marca justamente contra um adversário que cravou um número 5 difícil de ser esquecido na Copa Libertadores. Neste domingo, às 16 horas em sua arena, contra o Flamengo, pela 33.ª rodada da competição nacional, a ordem é deixar esse "fantasma" para trás com um grande futebol.

Se no último encontro a derrota acachapante de 5 a 0 no Maracanã, que selou a eliminação gremista nas semifinais do torneio continental, já é incensada pelo outro lado como uma partida histórica, no CT Luiz Carvalho é momento para mostrar que tudo aquilo não passou de acidente de percurso.

Coincidentemente foi após aquele revés que a equipe gaúcha emendou a atual série vencedora e chegou aos 56 pontos, hoje ocupando um quarto lugar que, por ora, lhe garante uma vaga na fase de grupos de uma nova Libertadores. O momento, portanto, é de esquecer o que passou, e o discurso já está afinado para tanto.

"Estamos entalados com nosso desempenho. O Flamengo fez a parte dele. Nos atropelou porque a gente deu oportunidades. Mas não ficou nada entalado. Nós que, infelizmente, não estivemos em uma noite como estamos acostumados e o Flamengo aproveitou para nos vencer. Então, não tem nada de revanche", rechaçou o técnico Renato Gaúcho.

O comandante usou como exemplo o jogo do líder do campeonato contra o Vasco, um movimentado empate por 4 a 4, no meio de semana, para fortalecer seu argumento de que seus comandados não estarão diante de uma equipe imbatível.

"O que o Vasco fez minha equipe faz. Infelizmente, não fizemos contra o Flamengo no Maracanã e no primeiro tempo da Libertadores aqui. No mais, minha equipe vem fazendo e estamos acostumados a fazer há muito tempo", comentou o treinador.

A confiança renovada de Renato, no entanto, terá como desafio, mais uma vez, o excesso de desfalques. Serão pelo menos cinco na partida deste domingo: o zagueiro Kannemann (convocado pela seleção argentina), os volantes Matheus Henrique (com a equipe pré-olímpica do Brasil) e Romulo (por questões contratuais, pois pertence ao Flamengo), além dos meias Jean Pyerre e Luan, que estão machucados.

Na linha defensiva, Leonardo Moura pode ganhar a vaga de Rafael Galhardo e David Braz tem tudo para jogar no lugar de Kannemann. No meio, Darlan pode ir de primeiro volante. No mais, o time deve ser o mesmo que bateu a Chapecoense por 1 a 0, no interior catarinense.

FICHA TÉCNICA:

GRÊMIO - Paulo Victor; Léo Moura, Geromel, David Braz e Cortez; Maicon, Darlan (Michel), Alisson, Tardelli e Everton; Luciano. Técnico: Renato Gaúcho.