Carioca: Herói do Fluminense elogia mescla entre juventude e experiência

O técnico Odair Hellmann deu oportunidade para muitos garotos, mas escalou também jogadores rodados

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 19 (AFI) - Autor do gol que deu a vitória ao Fluminense sobre a Cabofriense, por 1 a 0, na noite deste domingo, em Bacaxá, na estreia do Campeonato Carioca, o meia Nenê elogiou a mescla entre experiência e juventude.

"As vezes a gente mais experientes não temos a mesma intensidade, enquanto os garotos podem não saber a hora certa de segurar, de passar, de chutar. Essa mescla vai ser muito importante e o clube está fazendo um trabalho excepcional nessa parte", destacou o meia.

Nenê fez o gol da vitória do Fluminense em Bacaxá (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)
Nenê fez o gol da vitória do Fluminense em Bacaxá (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)
Diante da situação financeira delicada vivida pelo Fluminense e sem contar com todos reforços, o técnico Odair Hellmann deu chances para muitos jogadores da base, como o meia Miguel, de apenas 16 anos.

Por outro lado, o time teve também jogadores rodados, como o zagueiro Matheus Ferraz (34 anos), o volante Hudson (31) e o meia Nenê (38).

"Ainda falta muito fisicamente. Tivemos pouco tempo de preparação. A gente sabia que seria difícil, mas com nossa qualidade poderíamos superar o time deles. Conseguimos nos impor e conquistamos três pontos importantes na estreia", finalizou Nenê.

Com os primeiros pontos conquistados, o Fluminense divide a liderança do Grupo B com Madureira e Volta Redonda. Na quinta-feira, o time recebe a Portuguesa, no Maracanã.