Filipe Luis mostra confiança no treinador e avisa: "Não é momento de pânico no Fla"

Nesta quarta-feira, o Mengão levou sonoros 3 a 0 do Atlético Goianiense, em Goiânia

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 12 (AFI) - Experiente, Filipe Luis não levantou quase tipo de polêmica em entrevista após derrota do Flamengo para o Atlético Goianiense por 3 a 0, em Goiânia, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. O lateral pediu calma aos torcedores, mostrou confiança no trabalho que vem sendo desenvolvido por Domenec Torrent e foi enfático ao afirmar que não tem nenhum motivo para pânico.

Realmente é muito cedo para definir qual será o objetivo do time no Brasileirão, mas o começo gera estranheza, já que conquistou só nesta temporada o Campeonato Carioca, a Supercopa do Brasil e a Recopa Sul-Americana. A saída de Jorge Jesus pode ter abalado o elenco acostumado com o jeito frenético do agora comandante do Benfica.

Filipe Luis analisou a derrota do Flamengo
Filipe Luis analisou a derrota do Flamengo
"Foi uma derrota contundente. Cometemos muitos erros. A grande beleza do futebol é isso, o time que é campeão, vários meses sem perder, e aí voltou a perder. É o momento de ter calma, tranquilidade. Não tem motivo para pânico. Precisamos ter calma e tranquilidade Confiamos no treinador e nos companheiros. Uma equipe campeã começa por uma boa defesa. Precisamos ser sólidos atrás e com a força do nosso ataque, vamos voltar a vencer. Nosso time é vencedor", garantiu o lateral.

CULPA DO TREINADOR?
O Flamengo mostrou um esquema tático diferente daquele que vinha sido a marca e Jorge Jesus. O fato gerou muitas polêmicas, mas o fato foi tratado como extrema normalidade por Filipe Luis.

"Temos um grande elenco, um grande treinador, a gente acredita nele, confia nele. Com calma, sem desespero a gente vai voltar a vencer. Nosso time mudava o tempo inteiro no ano passado (de forma de jogar). Não é desculpa. São inúmeras questões. Estamos comentando erros pontuais, erros táticos", concluiu.

REABILITAÇÃO?
O Flamengo, que não perdia os dois primeiros jogos do Brasileirão desde 1997, poderá buscar a reabilitação no sábado, às 19h30, diante do Coritiba, no Couto Pereira.