Dirigente vai na contramão de Moreno e Edílson e crava: "Cruzeiro vai subir"

Raposa corre atrás de, pelo menos, mais quatro reforços para a disputa da Série B

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 31 (AFI) - A falta de reforços e o atual momento fizeram com que o atacante Marcelo Moreno e o lateral-direito dessem declarações fortes de que o Cruzeiro não teria condições de conquistar o acesso na Série B do Campeonato Brasileiro. As aspas da dupla ligaram o sinal de alerta celeste e coube ao gestor Carlos Ferreira Rocha tentar tranquilizar a torcida.

"O Edilson deu uma entrevista preocupado em relação ao time. A mensagem que eu deixo é que a diretoria está trabalhando. A gente entende a preocupação deles. A nosso é triplamente maior. Nós já temos alguns nomes para buscar no mercado", disse o dirigente.

"Jogadores, torcida, todo mundo pode ficar tranquilo. Se depender dos esforços da diretoria, o Cruzeiro certamente vai conseguir. Não tenho dúvidas de que o Cruzeiro irá subir", completou.

Confiança celeste. (Foto: Bruno Haddad / Cruzeiro)
Confiança celeste. (Foto: Bruno Haddad / Cruzeiro)

REFORÇOS!
O Cruzeiro, após a contratação do técnico Enderson Moreira, corre atrás de dois laterais - um para cada lado -, um meia e um atacante de velocidade. Antes, a Raposa já havia fechado com os zagueiros Marllon e Ramón, o lateral-esquerdo João Lucas, os volantes Jean e Filipe Machado, o meia Éverton Felipe e os atacantes Marcelo Moreno, Roberson, Jhonata Robert e Angulo.

"A diretoria, apesar das férias de comissão técnica e jogadores, tanto eu como o Ricardo Drubscky estamos buscando encorpar mais o time. Reforços chegarão, e o Cruzeiro irá subir. Nós entendemos a preocupação dos jogadores, e torcida, mas iremos reforçar os times para a Série A", finalizou Carlos Ferreira Rocha.