Após goleada no Rio, Mano assume a responsabilidade pelo mau momento do Cruzeiro

"A responsabilidade é do treinador. Quando as coisas não funcionam de maneira geral, a responsabilidade é do treinador", disse

por Agência Estado

Belo Horizonte, MG, 19 - O técnico Mano Menezes assumiu a responsabilidade pelo mau momento do time do Cruzeiro, após a goleada sofrida diante do Fluminense, por 4 a 1, sábado à tarde, no Maracanã.

"A responsabilidade é do treinador. Quando as coisas não funcionam de maneira geral, a responsabilidade é do treinador, e sou eu que tenho que resolver. A direção vem nos tratando de maneira muito correta. Nós que não estamos conseguindo entregar aquilo que é o nosso nível."

SEM O MESMO NÍVEL

Campeão invicto e dono da segunda melhor campanha na primeira fase da Copa Libertadores, atrás apenas do Palmeiras, o Cruzeiro não consegue manter o mesmo nível no Brasileiro, competição na qual somou a segunda derrota seguida e acumula apenas duas vitórias, após cinco rodadas.

"Agora, vamos tentar encontrar as razões. Não existe razão específica para justificar o que aconteceu. A não ser a nossa falta de capacidade para resolver situações que temos que resolver", disse o comandante cruzeirense.

FALAR MENOS

"É a nossa hora de ouvir, é a hora de falar menos. Estamos tomando gols, como tomamos esse de bola parada no fim do primeiro tempo, que não estamos acostumados a tomar. Tomamos um gol ridículo na volta do segundo tempo. Ridículo, porque é um chutão para frente. Nossa defesa, que sempre foi firme, bateu cabeça. Tomamos gol ridículo no quarto gol, em um lateral, na reta final do jogo", completou Mano.

Mano Menezes vai ter a semana toda para trabalhar o elenco, pois o próximo compromisso será pelo Brasileiro, domingo, às 19 horas, em Belo Horizonte, diante da Chapecoense, pela sexta rodada.