Vagner, ex-Palmeiras, passará por cirurgia e aumenta busca da Chape por novo goleiro

O time catarinense perdeu três goleiros em menos de dois meses; Tiepo é o titular

por Agência Futebol Interior

Chapecó, SC, 23 (AFI) – A Chapecoense recebeu uma má notícia nesta terça-feira. O goleiro Vagner sofreu uma ruptura no ligamento cruzado anterior do joelho direito e uma lesão no menisco e terá que passar por um procedimento cirúrgico. A contusão foi sofrida logo em seu segundo jogo pela equipe catarinense, na vitória por 1 a 0 diante do Corinthians, na Copa do Brasil. Ele deve retornar aos gramados apenas no segundo semestre.

Vagner virou problema na Chapecoense - Sirli Freitas/ Chapecoense
Vagner virou problema na Chapecoense
Em menos de dois meses, a Chapecoense perdeu três goleiros. O drama começou com a dispensa de Ivan por problemas extracampo. Durante o Campeonato Catarinense, João Ricardo, contratado junto ao América-MG, foi flagrado no exame antidoping e está suspenso preventivamente. A partir daí a diretoria buscou Vagner, que pertence ao Palmeiras e estava no Novorizontino. O goleiro, porém, se lesionou frente ao clube paulista.

As baixas levaram o clube a procurar outros jogadores para a função. Recentemente a diretoria consultou a possibilidade de ter Wilson ou Alex Muralha, ambos do Coritiba, mas as negociações não avançaram. Sendo assim, Tiepo segue como titular para o jogo decisivo contra o Corinthians, na quarta-feira, pela Copa do Brasil.

CORINTHIANS
A Chapecoense finalizou nesta terça-feira a preparação para enfrentar o Corinthians, no Itaquerão. O técnico Ney Franco deve colocar em campo o mesmo time que acabou derrotado pelo Avaí, nos pênaltis, na final catarinense. Além do goleiro Vagner, o meia Victor Andrade e o atacante Rildo também foram vetados pelo Departamento Médico.

A Chapecoense deve ter: Tiepo; Eduardo, Gum, Douglas e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Elicarlos, Gustavo Campanharo e Régis; Aylon e Everaldo.