Com Ceará e Fortaleza na segunda fase, FCF define fórmula do Cearense 2020

A primeira fase do Campeonato Cearense 2020 terá início no dia 5 de janeiro

por Agência Futebol Interior

Fortaleza, CE, 07 (AFI) - Foi realizado no Hotel Amuarama o Conselho Técnico do Campeonato Cearense 2020, que contou com a participação dos representantes dos clubes que disputarão a competição: Barbalha, Caucaia, Ceará, FC Atlético, Ferroviário, Floresta, Fortaleza, Guarany, Horizonte e Pacajus.

Na oportunidade, os clubes aprovaram a fórmula de disputa do certame com a diminuição de um jogo da semifinal em relação à competição de 2019. A primeira fase do Cearense 2020 terá início no dia 5 de janeiro, com a participação de oito clubes: Barbalha, Caucaia, FC Atlético, Ferroviário, Floresta, Guarany, Horizonte e Pacajus.

Como neste ano, seis equipes se classificam para a segunda fase e se juntam a Ceará e Fortaleza. Ao final da primeira fase, o clube com melhor classificação, garante vaga na Copa do Brasil 2021.

SEGUNDA FASE
Disputada a segunda fase, classificam-se os quatro melhores para a semifinal que terá confronto único com mando de campo para os clubes de melhor campanha na segunda fase. Em caso de empate, a disputa vai para a prorrogação. Se persistir o empate, estarão classificados os clubes com melhor campanha na segunda fase. A Final será disputada em jogos de ida e volta. Vale lembrar que o Cearense 2020 será finalizado no dia 26 de abril.

Conselho Técnico definiu a fórmula do Campeonato Cearense - Pedro Chaves / FCF
Conselho Técnico definiu a fórmula do Campeonato Cearense

“Nós apresentamos a fórmula da competição, que foi aprovada unanimemente pelos clubes. Fizemos uma explanação de todos os setores que envolvem o Cearense 2020, Competições, Gestão de Estádios, Arbitragem e contamos também com a participação da APCDEC e do Sindicato dos Atletas para mostrar como vai ser a competição estadual”, disse Mauro Carmélio.

“Para a felicidade de todos os desportistas que acompanham o nosso futebol, a bola vai rolar no dia 5 de janeiro”, completou o presidente da FCF.