BRASILEIRO SUB-20: Atlético-MG vence o Athletico-PR nos pênaltis e conquista o título

Em Curitiba, Furacão venceu por 1 a 0 no tempo normal e levou decisão para os pênaltis, onde o Galo levou a melhor: 5 a 4

por Confederação Brasileira de Futebol (CBF)

Belo Horizonte, MG, 24 - O Atlético-MG é o campeão do Brasileirão Sub-20 de 2020! Após vencer o jogo de ida por 2 a 1, o Galo viu o Athletico-PR fazer 1 a 0 no tempo normal e levar a decisão para os pênaltis no CAT do Caju, em Curitiba. Nas cobranças, Gabriel Delfim fez uma defesa e ajudou o time mineiro a vencer por 5 a 4 e comemorar o título neste domingo (24).

Até levantar a taça, o Atlético terminou a primeira fase líder da competição, somando 38 pontos, e bateu o Palmeiras e o Corinthians até chegar na decisão com o Athletico-PR.

O título do Campeonato Brasileiro Sub-20 credencia o Atlético-MG para a disputa da Supercopa da categoria, que será contra o Vasco, campeão da Copa do Brasil Sub-20 desta temporada.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS E OS PENALTIS

PRIMEIRO TEMPO

Precisando reverter a derrota por 2 a 1 sofrida no primeiro jogo, o Athletico-PR começou a partida em Curitiba com João Pedro arriscando chute de fora da área com menos de um minuto de bola rolando. No lance seguinte, o meia aproveitou espaço e mandou novamente em direção ao gol, vendo o goleiro Gabriel Delfim cair no canto para espalmar.

Foto: Lucas Figueiredo / CBF
Foto: Lucas Figueiredo / CBF

Depois, o Furacão chegou com Mingotti, que finalizou muito perto de gol, e com Jajá, parado no goleiro atleticano. O camisa 1 do time mineiro ainda defendeu outro chute de João Pedro, aos 18. O Galo passou a reagir e criou duas boas chances de marcar.

Aos 32, Echaporã cobrou escanteio, o goleiro afastou o perigo, e Wesley pegou a sobra, mas mandou no travessão. No lance seguinte, Wesley arriscou bicicleta por cima do gol.

MAIS CONTROLE
Nos minutos finais da primeira etapa, o Furacão voltou a controlar as ações. Aos 43, Mingotti recebeu na área e desviou para o gol, mas o goleiro do Galo fechou o ângulo e mandou a bola para fora.

Dois minutos depois, jogada parecida: o camisa 9 dominou pela direita e bateu forte para o gol, vendo Gabriel Delfim ir no canto para salvar os mineiros novamente. A última chance foi aos 47, em cobrança de falta de João Pedro, que viu a bola beijar a trave antes de sair.

CUCA BLINDA SANTOS APÓS TROPEÇO NA VILA

SEGUNDO TEMPO

No segundo tempo, as equipes desaceleraram o ritmo, mas seguiram criando chances claras de gol. Mais ofensivo, o Galo chegou com Guilherme Santos, Vinícius Nogueira e Echaporã, enquanto o Athletico assustou em uma bomba de Ramon, que saiu por cima.

Precisando de pelo menos um gol para levar a decisão aos pênaltis, o Furacão acreditou até o fim e balançou as redes aos 42 minutos. Rômulo aproveitou falha de Delfim ao receber recuo e ficou com a bola para mandar para o fundo das redes: 1 a 0.

Na cobrança de pênaltis, Gabriel Delfim defendeu o chute de Edu e ajudou o Galo a vencer por 5 a 4. Pedro Henrique, Micael, Vinícius Nogueira, Luís Eduardo e Guilherme Santos converteram para o time mineiro.

Confira os resultados da 2ª rodada
Athletico-PR
1
x
0
Atlético-MG