Anapolina-GO 0 x 1 Operário-MS - Galo encerra jejum e entra na briga

Time sul-mato-grossense continua na última colocação da chave, uma vez que era o único que ainda não havia vencido

por Agência Futebol Interior

Anápolis, GO, 18 (AFI) - O Operário-MS conquistou neste sábado a primeira vitória na Série D do Campeonato Brasileiro. Os primeiros três pontos vieram com uma vitória por 1 a 0 sobre o Anapolina, com gol marcado por Regiz Wenzel, no Jonas Duarte, em jogo válido pela terceira rodada do Grupo A11.

Apesar da vitória, o time sul-mato-grossense continua na última colocação da chave, uma vez que era o único que ainda não havia vencido. O Anapolina está em segundo lugar, com quatro pontos, mas pode ser ultrapassado pelo União, que tem três joga contra a Patrocinense no domingo.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
O JOGO
Mesmo jogando fora de casa, o Operário conseguiu algumas boa chances e depois de tentativas frustradas abriu o placar aos 40 minutos do segundo tempo, com Regis Wenezel. No segundo tempo, as coisas se complicaram quando o meia Cadu foi expulso, aos 25 minutos, mas o time visitante soube se segurar com um a menos e saiu de campo vitorioso.

PRÓXIMOS JOGOS
Na próxima rodada, que abre o returno, Operário e Anapolina voltam a se enfrentar, desta vez no Morenão. O duelo está marcado para o próximo dia 26, domingo, a partir das 17 horas.

Ficha Técnica

Fase
Fase de Grupos
Rodada
3ª rodada
Data
18/05/2019
Horário
18h00
Local
Jonas Duarte - Anápolis (GO)
Árbitro
José Woshington da Silva-PE

Renda
R$ 82.030,00
Assistentes
Bruno Cesar Chaves Vieira-PE e Fernando Antonio da Silva Junior-PE

Público
2.739 pagantes
Cartões Amarelos
Anapolina-GO: Francesco, Medeiros
Operário-MS: Thiaguinho, Bruno Centeno, Regis Wenzel, Lucini, Jota

Cartões Vermelhos
Operário-MS: Cadu
Gols
Operário-MS: Regis Wenzel 40' 1T
Anapolina-GO
Rafael Kahn;
Marquinhos, Medeiros, Max e Romarinho;
Francesco, Matheus Lacerda (Airton) e Matheus Rogério;
Dé (Lucas), Pedro Gabriel (Marcus Vinícius) e Dudu.
Técnico: Waldemar Lemos
Operário-MS
Jota;
Thiaguinho, Carlão, Centeno e Alan;
Lucini, Wesley (Júlio César) e Cadu;
Ygor (Firmino), Regis Wenzel e Kattah (Nathan) .
Técnico: Celso Rodrigues