Santos 3 x 4 Goiás - Verdão faz quatro gols no segundo tempo e ganha de virada

Com o resultado, o Santos estaciona em 45 pontos e cai para a 10º colocação da tabela

por Agência Futebol Interior

Santos, SP, 24 (AFI) - No último teste dos titulares do Santos antes da final da Libertadores contra o Palmeiras, o Peixe recebeu o Goiás na Vila Belmiro, em partida válida pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro e em um jogo maluco foi derrotado por 4 a 3, de virada, após terminar o primeiro tempo com a vantagem de 2 a 0.

Com o resultado, o Santos estaciona em 45 pontos e cai para a 10º colocação da tabela, perdendo a chance de ficar apenas três pontos atrás do Grêmio, primeiro time no G4. O Goiás, em contrapartida, segue na luta contra o rebaixamento. O Verdão chegou a 29 pontos e subiu para a 18ª colocação.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS

PEIXE DOMINANTE

Jogando com o que tem de melhor, o Santos se lançou ao ataque e conseguiu abrir o placar logo no início da partida, aos seis minutos de jogo. Marinho recebeu Na área e deu um passe de letra para Pituca, que cruzou para Lucas Braga, que não desperdiçou. Aos 13 minutos, Soteldo recebeu belo passe de Marinho e chutou para o gol, mas Tadeu impediu o segundo gol do Peixe.

Foto: Divulgação / Santos
Foto: Divulgação / Santos

Dominante, o Santos seguiu no ataque e quase marcou novamente com Marinho, após bola esticada por Lucas Braga. O Goiás chegou bem aos 31, com Rafael Moura, mas a zaga do Santos salvou o empate. Pouco tempo depois, aos 37, em uma nova jogada muito bem trabalhada, Lucas Braga tocou para Kaio Jorge, aniversariante do dia, que ampliou a vantagem do Santos na Partida.

Precisando da vitória para tentar fugir do fantasma do rebaixamento e com dois gols de desvantagem no marcador, o Goiás tentou diminuir no final do primeiro tempo com Breno, mas John fez boa defesa e os times foram para o intervalo com a vantagem de 2 a 0 no placar.

APAGÃO

Foto: Divulgação / Goiás
Foto: Divulgação / Goiás

Dominante na primeira etapa, o Santos entrou em campo no segundo tempo desligado e sofreu dois gols em apenas cinco minutos.

Aos nove, Rafael Moura aproveitou um desvio em cobrança de escanteio e fez o primeiro do Goiás na partida. Aos 14, foi a vez de David Duarte anotar o dele e empatar a partida.

O zagueiro subiu mais alto que todo mundo em nova cobrança de escanteio e deixou tudo igual.

PEIXE NO ATAQUE
Após sofrer o segundo gol, o Santos voltou a se lançar ao ataque, mas encontrou a defesa do Goiás muito fechada, impedindo o time da casa de fazer o terceiro. Marinho tentou duas vezes, mas parou na defesa do Verdão. Luan Peres também chegou com perigo, mas Tadeu fez ótima defesa. Em seguida, o Santos sofreu um apagão total na partida.

Aos 28 minutos, Sandry derrubou Vinícius dentro de área e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Fernandão não desperdiçou e virou para o Goiás. Apenas um minutos após a cobrança, aos 31, Rafael Moura aproveitou uma falha da defesa, limpou a zaga e tocou por cobertura na saída do goleiro, fazendo 4 a 2 para os goianos.

Aos 41, Marinho foi derrubado na área e sofreu pênalti. Ele mesmo foi para a cobrança e fez o terceiro do Santos, porém, não foi o bastante para empatar o jogo.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
32ª rodada
Data
24/01/2021
Horário
18h15
Local
Vila Belmiro - Santos (SP)
Árbitro
Wagner do Nascimento Magalhaes (RJ)

Assistentes
Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (RJ) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ)

Cartões Amarelos
Santos-SP: Luan Peres , Kaio Jorge, Guilherme Nunes, Soteldo
Goiás-GO: Breno, Rafael Moura, Iago Mendonça, Douglas Baggio

Gols
Santos-SP: Lucas Braga 6' 1T, Kaio Jorge 37' 1T, Marinho 41' 2T
Goiás-GO: Rafael Moura 9' 2T, David Duarte 14' 2T, Fernandão 30' 2T, Rafael Moura 31' 2T
Santos-SP
John Victor;
Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan (Bruno Marques);
Sandry (Guilherme Nunes), Soteldo e Diego Pituca (Jean Mota);
Marinho, Lucas Braga (Lucas Lourenço) e Kaio Jorge.
Técnico: Cuca
Goiás-GO
Tadeu;
David Duarte, Iago Mendonça e Heron;
Shaylon (Índio), Breno (Taylon), Henrique Lordelo, Daniel Oliveira e Jefferson (Vinícius);
Fernandão (Douglas Baggio) e Rafael Moura.
Técnico: Glauber Ramos