Cruzeiro x Avaí - Chance de ouro para a Raposa escapar da degola

Se não vencer, o Avaí será o primeiro time matematicamente rebaixado no Brasileirão

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 17 (AFI) – Ainda brigando contra o rebaixamento, o Cruzeiro tem uma partida crucial nesta segunda-feira, às 20 horas, quando recebe o Avaí no Mineirão, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com 35 pontos, o Cruzeiro é o 17º colocado e só está na zona do rebaixamento pelo número de vitórias, já que tem duas a menos do que o 16º colocado Fluminense. No entanto, o time carioca já jogou e poder ser ultrapassado caso os mineiros pontuem.

O Avaí, por sua vez, já está praticamente sem chances de escapar da degola. Com apenas 17 pontos, o time catarinense é o lanterna da competição e já está 18 pontos abaixo do Fluminense, primeiro time fora do Z4. Se não vencer, o Avaí está matematicamente rebaixado.

MESMO TIME
No Cruzeiro, o técnico Abel Braga tem quase todos o elenco disponível para a partida em casa. Só não pode contar com o zagueiro Dedé e o meia Rodriguinho, que já estão fora há algum tempo por conta de lesão.

O atacante Sassá, desfalque na partida anterior por suspensão, está de volta. O comandante cruzeirense seguiu a linha de esconder a escalação e não quis indicar qual será o time titular. Como não tem novas baixas, é provável que repita a base que vem jogando.

MUDANÇAS NA DEFESA
Pelos lados do Avaí, a expectativa é que o técnico Evandro Camilatto aposte em um sistema defensivo formado por Edaurdo Kunde, Luanderson e Marquinhos Silva.

Léo será a novidade pelo lado direito, enquanto Igor Fernandes fará a esquerda. Richard Franco também retornará ao time titular. Na frente, apenas dois atacantes: Caio e Vinícius Araújo.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
33ª rodada
Data
18/11/2019
Horário
20h00
Local
Mineirão - Belo Horizonte (MG)
Árbitro
Diego Pombo Lopez (BA)

Renda
R$ 285.904,50
Assistentes
Eduardo Gonçalves (MS) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA)

Público
21.217 presentes (15.012 pagantes)
Cruzeiro-MG
Fábio;
Orejuela, Cacá, Fabrício Bruno e Dodô;
Henrique, Éderson (Robinho), Marquinhos Gabriel (Pedro Rocha) e Thiago Neves;
David (Fred) e Sassá.
Técnico: Abel Braga
Avaí-SC
Vladimir;
Lourenço, Marquinhos Silva, Kunde e Igor Fernandes;
Luanderson (Wesley), Pedro Castro, Richard Franco e Luan Pereira (Matheus Barbosa);
Caio Paulista (Matheus Lucas) e Vinícius Araújo.
Técnico: Evando Camillato