Zagueiro Gabriel e Alberto Valentim mostram desejo de seguir no Botafogo em 2020

O comandante inclusive confirmou que tem uma reunião nesta segunda-feira com a diretoria para definir seu futuro

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 08 (AFI) - Jogando contra um time que ainda tinha chances de ser rebaixado, o Botafogo fez um duelo bastante apertado diante do Ceará, na tarde deste domingo (08) no Estádio Nilton Santos, tanto que as duas equipes ficaram no empate por 1 a 1 nesta 38ª rodada do Brasileirão. Resultado ruim para o time carioca, que havia saído na frente do placar e que ficou sem uma vaga na Copa Sul-Americana de 2020.

Apesar das atuações ruins, que deixaram o Botafogo apenas na 15ª colocação geral da competição nacional com 43 pontos, um dos poucos jogadores que conseguiu se salvar foi o zagueiro Gabriel. Após chegar em baixa do Atlético-MG, por empréstimo, o defensor conquistou seu espaço no Rio de Janeiro e rapidamente se tornou titular absoluto no alvinegro. Tanto que em diversas vezes do jogo deste domingo foi possível ouvir das arquibancadas gritos de 'fica Gabriel'.

Alberto Valentim concedeu entrevista coletiva após o duelo
Alberto Valentim concedeu entrevista coletiva após o duelo

"A 15ª colocação é muito pouco para um time grande como é o Botafogo. Não podemos ficar contentes apenas por ter nos livrado do rebaixamento, precisamos mais que isso. Nossa torcida merece que nosso time brigue por títulos, por vaga na Libertadores. Pecamos algumas vezes no caminho. Todo mundo tem culpa, inclusive eu. Mas agora temos que levantar a cabeça, curtir as férias para pensar em fazer melhor no próximo ano".

ENTENDA A SITUAÇÃO
O jogador tem contrato de empréstimo com o Botafogo até o final da próxima temporada. Porém há uma cláusula em seu contrato, que prevê o retorno ao Atlético-MG se for solicitado. De qualquer forma, Gabriel não escondeu o desejo de seguir em General Severiano.

"Não sei se sou merecedor disso tudo, dos torcedores gritarem meu nome para mim ficar. Sou apenas mais um soldado, fazendo meu melhor para ajudar, mas estou muito feliz com o carinho do torcedor desde a minha chegada. Sei que houve um pouco de desconfiança, coisa que é normal por eu não estar vivendo um grande momento lá no Atlético, e só poderia conquistar a confiança deles jogando. Não sei se mereço esse reconhecimento todo da torcida. Tenho muita vontade de ficar, já deixei isso bem claro para todos, mas não depende só de mim. Tenho essa vontade de conquistar algo grande para o clube".

REUNIÃO MARCADA
Outra peça que demonstrou o interesse em continuar no Botafogo foi o técnico Alberto Valentim. Em entrevista coletiva após a partida deste domingo, o comandante confirmou que logo no começo da tarde desta segunda-feira (08) ele terá uma reunião marcada com a diretoria para definir o seu futuro.

"Temos uma conversa amanhã para direcionarmos algumas coisas. É importante desde já começar a traçar alguns planos para a temporada de 2020. Tenho contrato com o Botafogo e a ideia é que eu continue para fazer um Botafogo melhor. Do zero fica muito mais fácil, você consegue dar uma cara maior para aquilo que você quer como treinador. Aconteceu isso muito comigo no Vasco no ano passado: depois, começando um trabalho, fui campeão invicto da Taça Guanabara e cheguei a três finais. Quando você começa o trabalho tendo tempo para trabalhar mais, fazendo as escolhas junto com a diretoria, com certeza faremos melhor".

CONFIRA A ENTREVISTA COMPLETA: