Luto! Morre treinador de time carioca que foi ídolo de grandes times

Luizinho Lemos tinha 68 anos e vinha dirigindo o América no Campeonato Carioca da Série B1

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 02 (AFI) - O futebol brasileiro perdeu nesse domingo um de seus ídolos do século passado. Morreu no Rio de Janeiro, Luizinho Lemos que jogou em grandes equipes do futebol brasileiro e que vinha dirigindo o América no Campeonato Carioca da Série B1 (equivalente a A2 em São Paulo).

Luzinho tinha 68 anos e sofreu um infarto no sábado anterior quando dirigia o América na primeira rodada da Série B Carioca contra o Nova Cidade. Ao longo da semana, Luizinho ficou internado no Hospital Geral de Nova Iguaçu mas não resistiu, tendo falecido na manhã desse domingo. O ex-craque deverá ser enterrado nessa segunda-feira no Rio de Janeiro.

Caio Cambalhota, César Maluco e Luzinho Lemos (Foto: Museu da Pelada)
Caio Cambalhota, César Maluco e Luzinho Lemos (Foto: Museu da Pelada)

LUIZINHO VINHA DE UMA FAMÍLIA DE CRAQUES
Vindo de uma família de craques, Luizinho era o irmão mais novo de César Maluco, hoje com 74 anos e que marcou época no Palmeiras nos anos 1960/70 e que disputou a Copa do Mundo de 1974, e de Caio Cambalhota, com 69 anos e que fez muito sucesso no Flamengo no início dos anos 1970.

Considerado por muitos o maior jogador do América Carioca, Luizinho participou de grandes momentos dessa equipe quando ainda o América era um time grande no cenário nacional. Luzinho é o maior artilheiro da história americana com mais de 300 gols.

Nascido em Niterói-RJ em três de outubro de 1950, Luzinho começou nas categorias de base do Flamengo e Botafogo, onde não teve espaço e acabou indo para a Ferroviária de Araraquara, no interior paulista. Depois chegou ao América, onde atingiu o apogeu de sua carreira.

LUIZINHO JOGANDO EM GRANDES DO BRASIL
Com o apelido de Luizinho "Tombo", por tentar cavar muitas faltas e pênaltis, Luizinho também teve muito destaque no Flamengo, conquistando títulos e formando dupla de ataque com Zico. Depois jogou no Inter-RS, Botafogo-RJ e Palmeiras. Já no final de carreira esteve no Americano-RJ e São Cristovão-RJ, além de ter tido várias outras passagens pelo mesmo América Carioca.

Luizinho no Flamengo em 1976
Luizinho no Flamengo em 1976

Fora do Brasil, Luizinho jogou no Las Palmas, da Espanha e por times do México e do Oriente Médio.

TREINADOR COM TRABALHO NO ORIENTE MÉDIO
Depois de deixar os gramados, Luiz Alberto da Silva Lemos passou a ser treinador e esteve no Oriente Médio, além de ter dirigido equipes do Espírito Santo e do Rio de Janeiro, como o América, que foi sua última equipe.

LUIZINHO É O SEGUNDO TREINADOR A FALECER EM MENOS DE DOIS MESES
Luizinho Lemos é o segundo treinador em atividade a morrer no Brasil em menos de um mês. No dia 18 de maio, morreu Ney da Matta, de 52 anos, que havia dirigido várias equipes do Brasil e que tinha comandado o CRAC no Campeonato Goiano.