Alemão: Hertha Berlin condena racismo sofrido por jovem atacante do time sub-23

Ngankam, de 19 anos, que é camaronês naturalizado alemão, disse à emissora MDR que foi alvo de cânticos racistas

por Agência Estado

Campinas, SP, 10 - O Hertha Berlin se pronunciou nesta terça-feira para condenar o racismo sofrido pelo jogador Jessic Ngankam, que atua pelo time sub-23 do clube alemão e foi vítima de ofensas racistas de torcedores do Lokomotive Leipzig na última sexta-feira, em duelo válido pela quarta divisão nacional.

"Condenamos o incidente da última sexta-feira, durante o qual nosso jogador Jessic Ngankam enfrentou hostilidade racista durante o jogo contra o Lok Leipzig. Como grupo, estamos apoiando Jessic", informou o clube alemão por meio de seu perfil no Twitter. A agremiação também afirmou que o ato racista foi reportado no relatório da partida e uma investigação preliminar foi iniciada pela liga que organiza o campeonato.

COMPROMISSO CONTRA O RACISMO

Foto: Divulgação / Herta Berlin
Foto: Divulgação / Herta Berlin

Paul Keuter, membro do conselho executivo da Hertha, diz que o clube deveria ter reagido mais cedo aos supostos abusos racistas.

No entanto, disse que "ninguém deve duvidar do nosso compromisso contra o racismo".

Jordan Torunarigha, jogador do Hertha, escreveu no Twitter que o Hertha é "100% contra o racismo" e minimizou o fato de o clube se pronunciar cinco dias depois do episódio.

DENTRO E FORA DE CAMPO

Ngankam, de 19 anos, que é camaronês naturalizado alemão, disse à emissora MDR que foi alvo de cânticos racistas por alguns torcedores do Lokomotive Leipzig presentes no setor de visitantes e que ele foi chamado de "macaco" por um jogador adversário.

"É claro que você é treinado para não reagir ou demonstrar emoção. Mas ainda me atinge", disse Ngankam, na ocasião. "Infelizmente, os insultos são uma ocorrência cotidiana no futebol, e eu posso suportá-los. Mas o abuso racista é proibido", completou.

DECLARAÇÃO DO RIVAL

O Lokomotive Leipzig também se manifestou a respeito do caso.

O clube criticou a injúria racial sofrida por Ngankam e lembrou aos seus fãs que possui jogadores no elenco com raízes em 32 países diferentes.

"Apenas duas cores nos interessam: azul e amarelo", declarou o Lokomotive, em referência às cores da instituição.

"O racismo não tem lugar entre nós e todos sabem disso! Se ainda existem pessoas que se autodenominam fãs azul-amarelas e não conseguem compreender isso, deve ficar claro que Probstheida (distrito de Leipzig) não é lugar para elas", afirmou.

Próximos Jogos
Hoffenheim x Augsburg
13/12/2019 16:30
Bayern de Munique x Werder Bremen
14/12/2019 11:30
Hertha Berlim x Freiburg
14/12/2019 11:30
Colônia x Bayer Leverkusen
14/12/2019 11:30
Mainz x Borussia Dortmund
14/12/2019 11:30
Paderborn 07 x Union Berlin
14/12/2019 11:30
Dusseldorf x RB Leipzig
14/12/2019 14:30
Wolfsburg x Borussia Mönchengladbach
15/12/2019 11:30
Schalke 04 x Eintracht Frankfurt
15/12/2019 14:00
Próxima RodadaVeja a Classificação!